3.6 // GASTRONOMIA 

Os alimentos mais caros do planeta

Se você acha que comer caviar custava caro, vai ver que não. A Hellofood fez uma pesquisa com os pratos mais caros do mundo: existe um hambúrguer simples por R$ 21 mil e até uns pãezinhos que tem o mesmo valor que diamantes.

Bagel de trufa branca: As trufas são itens de luxo quando se trata de comida. O preço desses cogumelos especiais pode chegar à quase R$ 20 mil. No hotel nova iorquino The Westin o chef Frank Tujague criou uma receita de bagel (pão americano redondo com um furo no meio) que leva geleia de riesling (uma uva branca raríssima de folhas douradas) e cream cheese feito com trufa branca e goji berry.

Uma foto publicada por fumi (@fumigrafico) em

Fleur Burger: Alguma vez você já pensou que um hambúrguer típico americano poderia chegar ao nível máximo de valor? Pois ele pode: o FleurBurger do chef Hubert Keller do restaurante Fleur, em Las Vegas, custa US$ 5 mil. É feito com kobe beef – feito de bois da raça Wagyu -, foie gras e trufas negras.

Torta de Waygu:  A carne de Wagyu é uma das mais caras do mundo, pois vem de um tipo de gado criado em ambientes controlados e sem estresse para que a carne fique mais saborosa. A criação é do chef Kevin Berkins, do restaurante Fence Gate Inn em Lancashire, no Reino Unido. Finalizado com folha de ouro, sai por nada menos do que 8 mil libras – quase R$ 50 mil.

Almas: Esse tipo de caviar é mega raro, vendido em pouquíssimos locais pelo mundo, como em Hong Kong e no distrito de Picadilly, em Londres. Adicione ao mercado restrito a embalagem feita de ouro puro e ovas da espécie Beluga, um peixe escasso que tem pesca anual limitada a 100 unidades. O resultado são 18 mil libras para cada 100g: resumindo, vale 

 

saiba antes via instagram @amaisinfluente