3.0 // MANUAL3.2 // CORPO 

Dia Mundial da Saúde: Como evitar contaminações no tratamento com as unhas

Hoje (7) é comemorado o Dia Mundial da Saúde. Nessa data, é importante repensar alguns hábitos para não colocar a saúde em risco. Um deles, muito comum entre as brasileiras, seja pela cultura ou pela mão de obra farta, é a retirada das cutículas. Muita gente, porém, pensa nesse assunto mais pelo lado da estética – e esquece de considerar os aspectos relacionados a saúde.

De acordo com especialistas, essa prática pode representar alguns perigos, seja para grupos de risco como diabéticos e pessoas com hepatite, seja na disseminação de infecções e contaminações.

“A cutícula funciona como uma barreira natural das unhas, dificultando a entrada de bactérias”, conclui a esteticista e fundadora da rede Beryllos, Luzia Costa, uma franquia nacional cujo conceito é o fim do alicate.

Nesse sentido, a empresária adaptou uma ferramenta para desbastar as cutículas, ou seja, não retirá-las, mas diminuir o excesso e deixar as unhas com um aspecto bonito sem eliminar a função de proteção que as cutículas desempenham.

A empresa também usa esmaltes individuais em tamanhos reduzidos (de 4 ml), que podem ser levados pelos clientes no final do serviço, pois vale lembrar que compartilhar esmaltes também podem ser considerados uma fonte de contaminação. Tais itens empregados como lixa, palito e a ponta diamantada são descartados após o fim de cada atendimento.

Confira, abaixo, algumas dicas para manter as unhas saudáveis sem tirar as cutículas:

1 – Abuse dos cremes

Utilizar com frequência cremes específicos para mãos e pés ajudará a manter as unhas fortes e saudáveis;

2 – Descanso para as unhas

Deixar as unhas sem esmalte por um período de 12 horas para que elas possam descansar é essencial;

3 – Sérum para unhas

O sérum é um produto de tratamento que contém diversos nutrientes, auxilia na hidratação, revitalização e fortalecimento das unhas;

4 – Kit de cuidados

É imprescindível ter um kit de cuidados básicos que contenha lixa, algodão e removedor de esmaltes. Fique atento ao tipo de produto que utiliza para retirar o esmalte. Ele não deve conter acetona, porque a composição química desidrata e danifica as unhas.

Foto: Reprodução

saiba antes via instagram @amaisinfluente