2.0 // MODA2.1 // TENDÊNCIA 

Nosso parceiro: Namie Wihby dispara: “Projeto Moda Rio tem pérolas a serem descobertas”

Se ansiedade e nervosismo tomavam conta dos 20 modelos selecionados pelo Projeto Moda Rio para a viagem a São Paulo, agora eles estão ainda mais determinados para seguir a profissão que escolheram. Os jovens participaram da campanha batizada de “Rio in Sampa”, onde fizeram workshop de dois dias, na última segunda e terça-feira, com o coach internacional de passarela, Namie Wihby, na Namie Wihby School & Events, em Vila Mariana.

Dois dias já se passaram desde que voltaram de viagem, mas os sonhos e certeza de que é isso que querem para a vida parecem estar mais presente em cada um deles. Todos sentiram a responsabilidade e o dever de corresponder às tarefas ordenadas pelo profissional com 25 anos de carreira, Namie Wihby, muito respeitado e reconhecido no meio da moda. Seu trabalho mais recente foi a preparação da Miss Brasil, Raissa Santana, para o Miss Universo 2017.

Para Namie, os jovens estão no caminho certo, buscando aperfeiçoamento, profissionalização. Segundo o coach, esse tempo e investimento de preparação são imprescindíveis. Ele comentou o quanto ficou contente com a evolução dos novatos de um dia para o outro.

“Eu acho fantástico ver a primeira andada deles para quarenta minutos depois notar o quanto eles mudam. Isso pra mim é a maior prova de que ninguém faz nada sozinho, tem que existir uma cumplicidade, um comprometimento. Posso dizer que o Projeto Moda Rio tem “pérolas” a serem descobertas, muito legais, que bem trabalhadas e cuidadas, temos ai bons modelos com bom futuro e potencial. Eles voltaram no segundo dia com uma pegada e consciência melhor do que no primeiro e, curtindo bastante”, ressaltou.

Os jovens absorveram ao máximo o que puderam nesses dias, não tiraram os olhos do Namie, prestaram atenção em cada dica, detalhe que ele pôde passar. Muitos dos modelos selecionados são de vários lugares da Baixada Fluminense, numa parceria do projeto com a agência Workshop Models. A sócia-proprietária da agência, a produtora de moda, Kamila Lima também acompanhou os modelos junto com o gestor do projeto, Wallace Safra. Jovens de outras regiões do Rio também foram escolhidos como São Gonçalo, bairros da zona sul, norte e oeste da cidade carioca.

Jhonathan Magno, de 24 anos, morador de São Gonçalo, que reveza seu tempo entre a carreira de modelo e o trabalho como inspetor de alunos estava empolgado e ansioso com a viagem. Ele queria voltar de lá com as técnicas aprimoradas, mas conseguiu bem mais que isso. Ele gostou tanto, que nem queria voltar para o Rio.

“A experiência foi sensacional! Fiquei admirado com a forma de ensinar do Namie porque conforme ele passava os ensinamentos pra gente, conseguia absorver tudo. Deu pra perceber o carinho e amor com que trabalha. Pra minha carreira acrescentou mais disciplina, compromisso e determinação. Quero voltar já a São Paulo”, disse Jhonathan otimista.

Para Salma Hallak, modelo de 34 anos, de Copacabana, o curso foi um momento único em sua carreira. Ela ressalta que aprendeu como é um desfile grandioso, de grifes renomadas e que não é só desfilar, existe emoção, saber construir um personagem, uma obra, desfilar é arte.

“A viagem foi a melhor experiência da minha vida na carreira de modelo! Nunca tive uma oportunidade como essa, de estar com um profissional de sucesso no ramo e que muita influência na moda. Me deu incentivo e me proporcionou crescimento, evolução não só como modelo, mas na vida. Contribuiu muito para dar continuidade na minha carreira e ver que eu posso sim dar o melhor de mim e passar confiança para chegar aonde quero. Preconceito, racismo, idade, cor não existem e, sim, o tempo de cada um para conquistar seu lugar”, relatou a modelo empolgada.

A moradora de Queimados, Larissa de França, de 20 anos, ressaltou a importância do curso para seu desenvolvimento não só como modelo, mas como pessoa também.

“Esses dois dias foram maravilhosos! Tive a oportunidade de ter aula com o melhor professor de passarela, que me ajudou a absorver técnicas, a amadurecer mais, não só o meu lado profissional, como pessoal também com dicas, a perder manias de passarela. Pude me expressar mais, mostrar que eu posso fazer isso, posso ser quem quero ser”, contou Larissa.

O mister universo mundial 2016, Marcos Vinicios, de 28 anos, do bairro da Glória, zona sul, contou que a ida a São Paulo e o curso foram fundamentais para trabalhar sua confiança e o preparar melhor para o mercado. O jovem que se dedica a carreira de modelo e ator sabe o quanto é importante a qualificação para estar bem capacitado para os trabalhos e com diferencial.

“O workshop do Namie foi um extraordinário divisor de águas nas nossas carreiras de modelo e com todo o ensinamento que ele nos deu, me sinto muito mais confiante para o mercado de trabalho! A viagem foi fantástica, muitos risos, correria, mas no final valeu muito a pena pela energia dessa família que é o Projeto Moda Rio”, ressaltou o modelo.

Para a modelo Taís Rodrigues, de 21 anos, moradora de Nova Iguaçu a experiência foi bem melhor do que esperava. A jovem conta que se superou, através dos exercícios passados por Namie.

“O workshop superou minhas expectativas. Foi dinâmico, intenso, repetição por perfeição. Conseguimos nos observar, pois as atividades eram em grupo. Trabalhamos expressão corporal, saímos da “caixinha” e, alcançamos um autoconhecimento incrível! A cada proposta me sentia desafiada e, perdi o medo de errar, da desconstrução me deixar feia, me senti leve”, relatou a jovem.

Para Nathallya Alves a viagem e o curso foram bem mais do que a jovem esperava. Ela ficou surpresa com o profissionalismo de Namie, todas as suas técnicas e desenvoltura. A modelo gostou tanto que voltou mais disposta a estudar e buscar ainda mais conhecimento para o avanço de sua carreira.

“A viagem foi surpreendente, muito profissional. Principalmente na terça-feira, que foi o segundo e último dia de workshop de passarela, com o Namie Wihby.  A galera se deu para o exercício que trabalhava expressão corporal. Foi incrível, o Namie é incrível e muito profissional! Ele consegue ser quem ele quiser, na hora que ele quiser, porque ele se transforma em segundos! Ele é um artista, um grande profissional e eu sempre vou admira-lo por isso. Voltei com outro olhar, um olhar mais profissional e com sede de absorver mais, saber mais”, comentou a modelo muito animada.

Os modelos foram escolhidos em duas seleções, durante o mês de fevereiro e avaliados por uma banca julgadora. Foram analisados: desenvoltura, condicionamento físico, estética, postura, passada de passarela moda fashion, entre outros requisitos.

A ida a São Paulo para a qualificação, através do curso teve por objetivo levar aos jovens uma nova forma de ver a moda, a maneira com que tratam suas carreiras e a importância da dedicação de todos e de seus potenciais, como explica o gestor do Projeto Moda Rio, Wallace Safra.

“Ser modelo é uma grande profissão, mas é necessário querer muito, abdicar-se de muitas coisas, fazer sacrifícios. É preciso investir em você, se profissionalizar, gerenciar sua carreira de maneira profissional e séria”, afirmou.

Para intensificar técnicas, conceitos, consciência corporal e corrigir erros, os 20 jovens ainda tiveram a chance de ter preparação de passarela moda fashion com a Top Model, Jéssica Mara, em um dia de maratona de trabalho antes da viagem. A aula foi pensada para que os modelos adquirissem um pouco mais de experiência para chegarem ao workshop do Namie mais lapidados.

“Eles absorvem rápido os ensinamentos. Vejo que depois dessa aula a evolução foi grande porque eles não pararam de estudar. Sinto-me muito agradecida em ter feito parte desse desenvolvimento”, destacou Jéssica Mara.

Agora o foco é continuar o aprendizado, colocar em prática todos os ensinamentos com mais capacitação e propostas de trabalho que aparecerem para que o sonho de ser modelos profissionais esteja mais próximo a ser realizado.

A revista Mais Influente Mulher é parceira deste projeto.

saiba antes via instagram @amaisinfluente