3.0 // MANUAL3.2 // CORPO 

5 cuidados para quem aproveita o inverno e faz uma tatuagem

Nos estúdios de tatuagem, a procura maior pelos serviços ainda acontece no verão, uma vez que a exibição do corpo nessa época é maior e, por isso, as pessoas querem mostrar seus investimentos na arte corporal. No entanto, os cuidados com o “pós” são mais delicados quando as temperaturas são mais quentes.

“Se a ideia é mostrar o desenho no verão, o ideal é fazer a tatuagem no inverno. Assim, quando chegar lá, a tatuagem estará perfeita, com a cor intacta e sem restrições”, indica o tatuador William Amorim.

Veja os cuidados necessários para ter a tatuagem perfeita:

1º – Estações como outono e inverno são as ideais para marcar a pele, pois ela fica menos exposta ao sol e também ao suor, que podem causar reações inflamatórias e dificultar o processo de cicatrização da região.

2º – No inverno, a nossa transpiração diminui por causa das baixas temperaturas, isso mantém o corpo aquecido, mas, ao mesmo tempo, contribui para que a pele fique mais seca e ‘quebradiça’. Por isso, a constante hidratação da área tatuada é fundamental.

3º – Deve-se ficar atento com o banho. A dica é evitar banhos muito quentes e demorados e tomar cuidado para não esfregar a área tatuada durante o banho, mesmo que ela esteja soltando casquinha.

4º – Nos dias de inverno acabamos usando mais peças de roupa do que nas outras estações. Enquanto a tatuagem estiver em tempo de cicatrização, o ideal é evitar abafá-la com muitas roupas, pois a transpiração é extremamente necessária nessa fase.

5º – Por mais que o sol esteja escondido nos dias mais frios, o protetor solar ainda é fundamental. Desta forma, depois dos primeiros vinte dias de cicatrização, usar o protetor solar pela manhã é essencial para não danificar o resultado de sua tatuagem.

Fotos: Divulgação

saiba antes via instagram @amaisinfluente