2.0 // MODA2.2 // PASSARELA 

Duas grifes desfilam suas novas coleções no terceiro dia de São Paulo Fashion Week N44

Ontem (29) aconteceu o terceiro dia de SPFW foi super agitado e duas importantes grifes nacionais desfilaram seus novos modelos para o verão 2018. Veja os destaques:

2DNM

Em seu segundo show da São Paulo Fashion Week, a 2DNMcontinua sua viagem em busca das raízes da latinidade. Desta vez, a grife de Flávia Rotondo e Alexandre Manettifaz um mix do jeans das ruas e a cultura flamenca, iniciada na Espanha e que contou com a contribuição de povos ciganos, árabes, mouros e judeus. As influencias se desdobram em peças desconstruídas, cheias de volumes e babados, além de novas modelagens e cores surpreendentes em sua principal matéria prima, o denim. Nesta temporada, a coleção traz assinatura de Karen Fuke, nova estilista da 2DNM e especialista em jeanswear.

O DNA urbano da marca contrasta com a imagem das jovens dançarinas de flamenco, traduzindo suas referências nas peças sofisticadas em denim, sarjas e tricolines de algodão pima peruano. Além da habitual aposta nos tecidos nobres, na passarela 2DNM estreiam modelagens como a calça high rise e sua cintura altíssima, skinnys com babados nas barras, mangas bufantes e jaquetas oversized cheias de babados com abotoamentos impressionantes. Faixas laterais inspiradas nos tsitsits judaicos surgem dando mais movimento ao look.

Uma obsessão da 2DNM, a perfeição nos acabamentos é visível em suas costuras limpas e reforçadas. A logomania em faixas nas peças, trazem personalidade ao visual mostrando grafismo nada óbvio. Denim e sarjas tem finalização em viés, e os tricolines contam com acabamento em alfaiataria. Cores pastel como pêssego, rosa, laranja, nude, azul claro e médio são despertados por dois tons flúor, pink e verde, em total conexão com os anos 80.

A aposta é nas calças de cintura altíssima, calças oversized, shorts curtíssimos e jaquetas desconstruídas. Nos pés, a marca apresenta mais uma parceria com a Dellela calçados, com botas curtas, largas e também cano alto no estilo cowboy. A Figurinista assina os acessórios do desfile, com piercings de orelha e chockers.

A 2DNM cresce a cada coleção e a estilista Karen Fuke chega mostrando toda sua expertise em denim ampliando consideravelmente as famílias de produtos. As peças são pensadas para uma mulher contemporânea apaixonada por jeans de qualidade.

As lojas multimarcas já começam a receber a coleção ao final da semana de moda.

Fotos: Agencia Fotosite

Água de coco 

A viagem de ÁGUA DE COCO por Liana Thomaz pelas ilhas paradisíacas mais desejadas do mundo desembarca em mais uma fase. A estonteante Ilha de Bali na Indonésia, traz suas influencias para o beachwear da grife. O verde exuberante da ilha, suas flores e o artesanato inspiram os shapes, estampas e acabamentos. A literalidade foi deixada de lado, reinventando Bali aos moldes brasileiros, com técnicas de pintura a mão e fotografia digital que resultam em prints marcantes.

Tecidos naturais e nobres são destaque nas peças que contam com macramês, brilhos, bordados manuais e metais, com resultado muito rico. Lisos surgem na coleção trazendo mais leveza nas transições de estampas durante o desfile, com peças sofisticadas de mousseline de seda, combinado à lycra brilhosa. Modelagens sarong são marcadas por nós e amarrações. Peças que remetem a alfaiataria compõem o look masculino seguindo as estampas. O homem ÁGUA DE COCO tem um papel mais relevante na coleção, com presença mais forte na passarela.

A tradução dessa viagem da grife ao sudeste asiático é apresentada nas famílias de estampas a seguir:

Campo de Arroz

Arrozais fazem parte da paisagem de Bali, se traduzem em estampa nascida de uma pintura a óleo, que conta com detalhes em couro trançado, remetendo aos cestos de palha utilizados na colheita do arroz.

Quadros Museu

A arte balinesa vista nos quadros do museu de Ubud, surge nas peças em crepe de viscose, com a estampa localizada e detalhes em elásticos brilhosos nos acabamentos de cós, punhos e decotes.

Barcos Bali

A família dessa estampa apresenta plissados e acabamentos em corda crua com fio lurex, o tecido mais utilizado foi o chiffon.

Seminyak

A famosa região da Ilha de Bali com suas icônicas sombrinhas aparecem na estampa com a tradução do pôr-do-sol roxo e dourado, visto por lá. Feitas a partir de uma pintura rica em cores, as peças têm chuveirinhos de miçangas de metal como detalhes e são feitas crepe de viscose e lycra.

Orquídeas

Flores abundantes em Bali, as orquídeas surgem inseridas em seda e lycra nesta família, com aplicações de patchsem peças de tule. Seu colorido contrasta com o tecido em tom prata. Os acabamentos são em vidrilhos, elásticos, tule e patchs em neoprene.

Templos dourados inspiram a beleza do desfile, pigmentos ouro, bronze e nude dão efeito laqueado aos lábios, a pele é naturalmente iluminada e solar, dourada nos olhos. Os cabelos têm aspecto molhado, penteado para trás.

Em um cenário todo em bambus amarelos, a grife apresenta seu lifestyle tropical sofisticado, com sapatos de salto e rasteiras da grife Paula Torres, criados exclusivamente para o desfile em tons de conhaque, verde musgo e whisky. Os acessórios foram inspirados em tramas de palha e flores. Brincos e braceletes foram confeccionados com flores de metais trazidos de Bali, normalmente usadas em cerimônias. Cintos de couro trançados se assemelham ao artesanato local.

A coleção Bali já estará nas lojas no dia seguinte ao desfile, com as novidades em esquema see now, buy now.

Fotos: Fernanda Calfat

saiba antes via instagram @amaisinfluente