3.6 // GASTRONOMIA4.0 // ENTRETENIMENTO 

A vez da Burrata: queijo fresco italiano conquista cada vez mais as mesas cariocas

Um dos ingredientes mais presentes na cozinha mediterrânea, a Burrata já conquistou as mesas cariocas. E cada vez mais o queijo cremoso deixa de ser um antipasto e torna-se “protagonista” de pratos versáteis e saborosos.

Original da região de Puglia, na Itália, a Burrata é considerada um híbrido entre a mussarela de búfala e a manteiga – por isso o nome, derivado da palavra “burro” que significa manteiga em italiano. Com um gosto leve e quase azedo, o queijo já se tornou o queridinho de chefs badalados como o veneziando Rudy Bovo – que assina o menu da Oliva Trattoria Mediterrânea do Leblon – e presente em pratos de diferentes estilos, de pizzas à saladas.

“A Burrata tem como característica o sabor suave e levemente ácido que dá uma liberdade para uso em diversos pratos. Para mim, um dos melhores sabores da cozinha mediterrânea”, afirma o chef Rudy. O italiano – que já atuou no Caffé San Marco, em Veneza, na Antica Hosteria Bovo, em Padova, além da École Hotellerie, na França – adota o queijo em dois pratos do menu do Oliva Trattoria. Como entrada, a Burrata é servida com rúcula e presunto de parma. Já como prato principal, o laticinio é o recheio do Ravioli servido com molho de tomate.

 Uma das pizzarias mais tradicionais da Zona Sul, a Pizza Park Humaitá também se rendeu ao queijinho branco e oferece o sabor Burrata Trufada. Em massa fina, a casa monta o prato com molho de tomate pelatti San Marzano, mussarela de bufala, gorgonzola, burrata, rúcula, Parma e azeite trufado. Já o sofisticado Bene, restaurante italiano do Sheraton Grand Rio Hotel & Resort, serve a Burrata em crosta dourada com molho ao sugo e creme de anchovas. E para quem curte a culinária oriental, o Atum Burrata, do Gurumê, faz sucesso. São cinco cubos altos de lombo de atum cobertos por burrata, molho pesto, farofinha crocante de pão e toque de parmiggiano.

saiba antes via instagram @amaisinfluente