8.0 // MAIS NOTÍCIAS8.3 // DENISE PRADO 

O Pequeno Poder…

Duas mulheres, Roberta e Renata que poderiam até ser uma dupla de cantoras, mas cada uma no seu quadrado, semana passada foram notícia, e infelizmente não foram notícias positivas exaltando suas qualidades, exaltando seu profissionalismo, como deveria ser.

Roberta Sedbrack, uma Chef renomada, admirada, eleita em 2015 a melhor chef mulher da América latina, estava com tudo pronto para deliciar o público do RocK In Rio, mas foi interpelada pela Vigilância Sanitária em uma operação catastrófica que resultou na sua retirada do Evento, por decisão da própria Chef.  Foram 160Kgs de produtos jogados fora mesmo estando no prazo de validade e frescos, segundo Roberta, que afirmou que o motivo foi a falta de um selo de inspeção fiscal nos produtos, que são de origem artesanal, mas que já haviam passado pela fiscalização em suas cidades de origem e pelo próprio evento.

Renata Carvalho, Atriz e Travesti, que está em cartaz há um ano com o espetáculo “O Evangelho Segundo Jesus: Rainha do Céu”, foi censurado e proibido de ser apresentado no SESC de Jundiaí, pelo Juiz Luiz Antonio de Campos Junior da 1° Vara Cível de Jundiaí, cidade do interior de São Paulo. O texto é da Dramartuga transsexual escocesa Jo Cliford que já se apresentou no Brasil em 2016 e teve bilheteria esgotada em todas as apresentações e sucesso da crítica. Na versão Brasileira a peça é traduzida e dirigida por Natalia Mallo e no texto há referencias e passagens dos Evangelhos e falas de Jesus sobre amor ao próximo e a hipocrisia.

Diante desses dois fatos, me perguntei o que acontece com o Poder ou o Pequeno Poder que é dado a pessoas que o usam a revelia do que pode estar causando ao outro e insiste em achar que com esse poder conferido está acima de qualquer coisa, como causar prejuízos financeiros e dano moral, como aconteceu em ambos os casos.

Quem tem a verdade absoluta? Que verdade é essa que impede a imediata reflexão antes de tomar qualquer atitude como se o veredito expressasse o que é o certo?

É por esse tipo de Juízes, que não veem constrangimento em um homem ejacular no pescoço de uma mulher, que proíbe a manifestação da arte por preconceito a orientação sexual do artista, pelos vigilantes que ignoram fatos relevantes e desrespeitam a credibilidade e história como a da Chef Renata, é por conta desses juízes de plantão que atiram as pedras sem olharem para a sua vida, como se fossem “Deuses”, é que estamos vivenciando o desamor, a violência preconceituosa e desmedida, a fome, o caos.

Falamos tanto da fome que assola o Brasil, vemos diariamente a pobreza instalada em tantos lares e pelas ruas, assistimos tudo pela mídia e rede social. Emociona-nos ver pessoas saindo para as ruas para ajudarem quem passa necessidade. A própria Chef Roberta admitiu que fará isso com seus produtos que estão na validade e são de qualidade. Mas infelizmente profissionais sérios como ela, ficam expostos ao “Pequeno Poder”, que existe em todas as estâncias.

Dias 25 e 26/09 acontecerá em São Paulo no Teatro Sérgio Cardoso, a Primeira Conferência de Diversidade e Turismo da Câmara de Comércio LGBT Brasileira. Será um espaço para discutir de forma saudável, transparente e lúcida assuntos ligados a Diversidade. Temos muito ainda para avançar, mas é possível se cada um se despir de seus egos inflados e preconceituosos e partir para a empatia verdadeira, para o olhar que olha além, que olha dentro do outro com aceitação pelas diferenças, um olhar de igual para igual.

Força aí Roberta e Renata, e que vocês continuem sendo As Mais Influentes fontes de inspiração para um mundo melhor, com menos Juízes e egos inflados.

saiba antes via instagram @amaisinfluente