3.5 // DECOR4.0 // ENTRETENIMENTO 

Exposição inédita mostra quatro casas de vidro projetadas por grandes nomes da arquitetura internacional

A exposição inédita, realizada na Casa de Vidro de Lina Bo Bardi, no Morumbi, aborda a questão da utilização intensiva do vidro como material para a arquitetura, tendo como eixo central a comparação entre quatro emblemáticas casas de vidro modernas: as casas projetadas por Philip Johnson, Charles e Ray Eames e Mies Van Der Rohe nos Estados Unidos, e a residência do casal Bardi no Brasil.

Casas de Vidro – tem como objetivo oferecer informações da história das quatro casas, propiciando a reflexão sobre os processos culturais, envolvendo o tema o vidro, que permite a completa transparência dos limites da casa e seu uso em diferentes situações.

Composta por 20 expositores, distribuídos pelos espaços da casa paulistana, a exposição conta com imagens de arquivo dos quatro projetos, estudos e comparações entre os arquitetos, suas poéticas de trabalho, métodos, referências e a vida íntima de cada um.  Além do repertório fotográfico, serão expostas 12 maquetes produzidas especialmente para o evento, possibilitando um estudo aprofundado dos projetos e suas peculiaridades formais. Ao serem apresentadas lado a lado, as casas evidenciam as semelhanças e diferenças das opções formais e técnicas, dos modos de uso da habitação e suas contribuições na promoção e divulgação da arquitetura moderna.

A exposição complementa o projeto da Casa de Vidro dos Bardi, apoiado pela Getty Foundation por meio do programa Keeping it Modern, em desenvolvimento por uma equipe do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, coordenada pelo professor Renato Anelli, também curador desta exposição.

As quatro casas de vidro

1 – Casa de Vidro (projeto 1949-51), Lina Bo Bardi

2 – Farnsworth House (projeto 1945-47), Mies Van Der Rohe

3 – Philip Johnson Glass House (projeto 1945-47), Philip Johnson

4 –Eames House (Case Study House no 8) – (projeto 1948-49), Charles e Ray Eames

Informações

Período: 12 de outubro a 4 de março 2018

Visitação: De quinta a domingo, em horários específicos: 10h15, 11h45, 14h e 15h30

Foto: Divulgação

saiba antes via instagram @amaisinfluente