3.7 // VIAGEM4.0 // ENTRETENIMENTO 

Rio de Janeiro, Nova York e Paris: as dicas para aproveitar ao máximo os destinos mais procurados no Réveillon

O Réveillon está aí e Rio de Janeiro, Nova York e Paris seguem entre os destinos mais procurados pelos brasileiros para comemorar a data. Mas, estes lugares também são procurados por turistas do mundo inteiro e costumam ficar bem cheios, o que não impede os viajantes de aproveitarem as festas, os pontos turísticos e as mais diversas atrações oferecidas nas três cidades. Para ajudar os turistas, Ronaldo Faria, gerente de treinamentos e SAC da Flytour Viagens, que já visitou mais de 160 países, dá dicas e alertas às pessoas que passarão a virada do ano em um dos destinos queridos dos brasileiros. Tudo para quem quer curtir a chegada de 2018 e ainda aproveitar para “turistar”.

Rio de Janeiro

Olha a dica – Cristo Redentor, Pão de Açucar, Praia de Copacabana e Praia de Ipanema são os locais mais conhecidos e desejados e ficam cheios durante essa época do ano, mas não tem como deixar para trás, caso seja a primeira visita ao Rio de Janeiro. Outros pontos turísticos que valem a pena conhecer são: Aquário AquaRio (Gamboa), Museu do Amanhã (Centro), Igreja da Candelária (Centro), Maracanã (Maracanã).

#Fala Ronaldo – “Para quem nunca foi ao Rio a vista do mar na travessia da Av. Niemeyer sentido Barra da Tijuca, passando em frente ao Hotel Sheraton, é surpreendente.”

Para sentar e apreciar – Anexo ao aeroporto Santos Dumont, no Centro, há o shopping Bossa Nova que conta com diversas opções de restaurantes e bares. Além disso, a cidade conta também com Churrascaria Fogo de Chão no bairro de Botafogo, Casa da Suíça na Glória, Adegão Português em São Cristóvão, Margutta – um excelente restaurante mediterrâneo – em Ipanema, Esch Café – onde se pode fumar charutos cubanos –  no Centro ou no Leblon e o Sawasdee – restaurante Tailandês excelente – no Leblon são opções que fazem a viagem valer a pena. Não pode faltar também uma passada pela Confeitaria Colombo, no Centro ou no Forte de Copacabana, famosa pelos maravilhosos doces e pratos.

#Fala Ronaldo – “Quem está na região do aeroporto Santos Dumont, Centro, vale a pena conhecer o restaurante de carnes ao lado da entrada do Hotel Prodigy. A vista do Corcovado com os aviões fazendo aproximação do aeroporto junto a boa comida oferecida valem o passeio.”

Como ir – O VLT é o meio mais rápido e confortável, tem um custo de R$ 3,80 cada viagem e é necessário comprar o ticket que não oferece troca para casos de pagamento em dinheiro. O VLT conta com duas linhas diferentes que passam por toda orla do Rio de Janeiro, uma com início no aeroporto Santos Dumont e outra na Praça XV, ambas no Centro.

Feliz Ano Novo – A noite de Réveillon deve ser passada na praia de Copacabana e o melhor ponto é nas proximidades do Copacabana Palace – não só pela paisagem, mas também pela segurança dos hotéis. Jantar na orla pode sair muito caro, então o ideal é jantar em outro local e se dirigir à praia, mas não deixar para ir muito próximo ao horário da virada do ano (meia noite), pois o acesso fica ainda mais difícil.

#Fala Ronaldo – “A dica é comprar os ingressos do metrô antecipadamente e com o horário selecionado. Ir de táxi pode ser uma aventura e de carro é impensável.”

Nova York

Olha a dica – Battery Park, Central Park, Museu de História Natural, Metropolitan Musuem of Art (MET), Estátua da Liberdade, Grand Central Station, Rockeffer Center, Catedral de Saint Patrick, Wall Street, Marco Zero e Broadway não podem faltar, nem mesmo se o viajante já foi para Nova York anteriormente. Andar pelas lojas de rua e pelas grandes lojas de departamento como Macy’s e Bloomingdale’s vai fazer o viajante se sentir como um nova-iorquino nato.

#Fala Ronaldo – “Os musicais da Broadway são as melhores opções de atração para os passageiros que não falam inglês, mas é válido lembrar que as apresentações ficam mais restritas durante o período.”

Para sentar e apreciar – Quando bater a fome não deixe de passar por Downtown e parar no Eataly, uma mercearia Italiana, e por West Village e entrar no Chelsea Market. Um italiano que agrada a todos é o Olive Garden, e quem gosta de comida marinha se deliciará no Red Lobster e no Bubba Gump.

#Fala Ronaldo – “Não tem como não ir em pizzarias que, em NYC, são quase instituições, e não se pode deixar de comer velho e tradicional cachorro quente nas ruas.”

Como ir – Andar de metrô por NYC é uma experiência totalmente diferente já que é uma enorme rede de trilhos e também pelas diversas tribos que circulam por eles.

Feliz Ano Novo – Como nos locais do hemisfério Norte é inverno, existem grandes possibilidades de neve, então vale colocar as roupas mais quentes e sair às ruas para aproveitar as comemorações tanto nos bares e restaurantes quanto nas avenidas da cidade.

#Fala Ronaldo – “NYC comemora a chegada do ano novo com o famoso “Ball Drop”, uma enorme bola de espelho que “cai” do alto de uma torre localizada na famosa Times Square dando início ao novo ano. Vale a pena assistir, por mais que as ruas estejam lotadas.”

Paris

Olha a dica – Passeios tradicionais como Torre Eiffel, passeio de barco pelo Rio Sena, Igreja de Notre Dame, Tour de Montparnasse, Jardim de Luxemburgo, Museu D´Orsay, Museu do Louvre, Igreja de Saint Chapelle, caminhar pelos boulevards de Montparnasse e Sacre Cour.

#Fala Ronaldo – “Para quem visita a França com tempo de explorar, o Reims é um passeio interessantíssimo. Há duas horas de distância de Paris, Reims é conhecida como a capital da champanhe e oferece diversos passeios para quem quer conhecer a região. Além disso, o Jardim de Versalhes também é uma opção, ainda mais para os apaixonados por paisagens.”

Para sentar e apreciar – Vários restaurantes na região de Paris estarão com os preços acima da média, então as ruas nas transversais costumam ter vantagens. As possibilidades de restaurantes e bistrôs são imensas, os mais tradicionais sendo o Café da La Paix, o Angelina, o Café de Flore e Café Des Deux Moulins. Para comer chocolates, caviar e comprar mostardas, o entorno da Igreja de Madelaine é necessário.

#Fala Ronaldo – “Comer em Paris, sem dúvida alguma, é uma questão de tempo. É preciso uma vida inteira para apreciar os melhores restaurantes, pequenos e com excelente comida. Existem os cardápios turísticos com preços atrativos e restaurantes onde o preço pode ser apenas um detalhe.”

Como ir – Metrô, ônibus, carro, Uber, bicicleta. Todos os meios de transporte estão disponíveis pela cidade toda, basta encontrar o que mais cabe no bolso e sair para descobrir cada pedaço da cidade do amor.

#Fala Ronaldo – “Uma possibilidade diferente é alugar um scooter e passear pelos pontos principais, várias empresas disponibilizam a pequena moto para os turistas que querem se sentir verdadeiros parisienses.”

Feliz Ano Novo – Prepare-se para um clima frio, o Réveillon na Champs Elyssés é a pedida e quanto mais próximo a Arco do Triunfo maior será a agitação.

#Fala Ronaldo – “Enquanto os americanos aguardam a queda da bola de espelho de Nova York, os parisienses ficam atentos às projeções de luz no Arco do Triunfo e às badaladas dos sinos das igrejas ao redor. Aproveite o momento para gritar ‘Bonne Année!’ – “Feliz Ano Novo” em português – e aproveitar o início do ano em um estilo bem francês.”

Fotos: Reprodução

saiba antes via instagram @amaisinfluente