3.2 // CORPO 

Estudo mostra que número de plásticas de nariz caiu 43% nos EUA

Uma pesquisa realizada pela American Society of Plastic Surgeons mostra que o número de rinoplastias, a plástica feita para mudar o nariz, caiu 43% entre 2000 e 2016. De acordo com o estudo, o motivo dessas mudanças é que as pessoas estão aceitando seus traços naturais.

“Desde a última década, as tendências de beleza mostraram uma definição maior de beleza e aceitação, garantindo serenidade para as coisas que não podemos mudar e coragem para mudar o que podemos com horas e horas na academia”, descreve Madeleine Schwartz na Garage. Ela também afirma que pessoas que estudam a história da rinoplastia também partilham do sentimento, e afirmam que a queda não é fruto da falta de recursos para pagar a cirurgia, mas sim por causa da “crescente aceitação da diversidade.”

De acordo com o estudo, a otoplastia, cirurgia de modificação das orelhas, também teve queda: 35%. No geral, o número de procedimentos estéticos invasivos caiu 6% desde os anos 2000.

Mesmo que não exista nada de errado em fazer escolhas sobre seu próprio corpo — e que elas estejam longe do julgamento alheio —, a notícia é um bom sinal. Levando em conta que a prática nasceu em 1920 e que já foi um rito de passagem para diversas mulheres, desde moradoras de comunidades judaicas a atrizes de Hollywood, a notícia mostra que estamos deixando de lado alguns ideais de beleza.

saiba antes via instagram @amaisinfluente