5.0 // DOSSIÊ5.2 // FAMÍLIA 

Como criar uma rotina de sono saudável para o seu filho

Se você tem um bebê ou criança em casa, sabe como é importante estabelecer uma rotina de sono saudável para a família, em especial, para os pequenos. Esse costume, alcançado por poucas famílias, deve ser plantado desde muito cedo, já que além do sono da noite, os cochilos durante o dia também são fundamentais para o desenvolvimento infantil.

De acordo com a organização americana National Sleep Foundation, as horas de sono recomendadas variam para cada idade:

·         0 a 3 meses: 14h a 17h por dia

·         4 a 11 meses: 12h a 15h por dia

·         1 a 2 anos: 9h a 16h por dia

·         3 a 5 anos: 10h a 13h por dia

·         6 a 13 anos: 9h a 11h por dia

Até por volta dos 4 anos de idade, as crianças devem dormir também durante o período diurno. Conforme aponta o Dr. Thiago Gara, pediatra do Hospital e Maternidade São Luiz Anália Franco e São Caetano, através do comportamento da criança é possível avaliar se é o momento certo de abolir as sonecas. Número de horas de sono noturno, irritabilidade e dificuldades de concentração são os principais “termômetros” para avaliar.

Se o tempo de sono necessário não for respeitado, alguns problemas podem ocorrer, como dificuldade de concentração, prejuízo ao desenvolvimento cognitivo, queda do aproveitamento escolar e irritabilidade. Além disso, a falta de sono adequado afeta a memória da criança e o bem-estar dos pais e da família.

Segundo o Dr. Thiago, não estabelecer uma rotina desde o início é o principal erro dos pais. Por isso, o especialista dá algumas dicas para tornar o momento mais fácil e tranquilo:

– Estabeleça rotinas durante todo o dia: hora das refeições, hora de brincar, hora de dormir e hora de acordar;
– Realize atividades calmas e agradáveis antes de dormir, como ler um livro ou fazer uma brincadeira menos agitada;
– Faça com que a criança tenha algum objeto que relacione ao momento do sono;
– Mantenha as luzes apagadas ou deixe o abajur ligado com alguma lâmpada bem fraca.

Foto: Pixabay

saiba antes via instagram @amaisinfluente