3.4 // SAÚDE5.1 // AMOR & SEXO 

A importância da fisioterapia para gestantes

foto: pinterest

Estar grávida é uma experiência única para as mulheres. Um momento repleto de amor incondicional que exige muita dedicação e paciência para lidar com todas as mudanças diárias, hormonais e corporais.

É bem comum nesse período dores nunca sentidas antes aparecerem, afinal é tudo uma novidade. Para colaborar, a fisioterapia pode ajudar tornar essa fase muito mais fascinante, dando mais qualidade de vida à mãe e o seu bebê.

“Conseguimos através da fisioterapia, com exercícios específicos, uma melhora significativa”, informa Dr. Edison Santiago, fisioterapeuta especialista em musculoesquelética e Pesquisador em Dor pela Santa Casa de São Paulo.

A fisioterapia pode ajudar na prevenção de dores como a lombalgia, muito comum na gestação. Estima-se que 50% das mulheres grávidas sentem essa dor na lombar que irradia para o glúteo ou perna.

A lombalgia acontece devido o aumento das mamas, do útero e diminuição do arco plantar do pé e aumento da frouxidão ligamentar. Esses fatores, segundo o Dr. Edson Santiago, aumentam o risco de queda. “Ocorre também na gestação, o aumento da produção do hormônio relaxina, que deixa as articulações mais frouxas e aumenta os riscos de torções e lesões”, complementa Santiago.

Algumas que já sofriam com dores lombares antes, podem sofrer mais nesse período. Por isso é de extrema importância procurar um profissional, pois cada caso é um caso.

É necessário que haja uma avaliação individual antes de começar a fazer os exercícios. A fisioterapia pode ajudar muito para aliviar as dores e dar suporte para a gestante, colaborando para tornar especial esse momento na vida de uma mulher.

saiba antes via instagram @amaisinfluente