3.4 // SAÚDECarnaval 

Não termine o carnaval nas “cinzas”. Fuja da ressaca

(Crédito: Reprodução) 

É comum que durante as festividades do Carnaval os foliões acabem exagerando nas bebidas alcoolicas. Afinal, a maior festa popular do País e uma das maiores do mundo é um convite para a descontração. Porém, nos dias seguintes da folia, e principalmente, na quarta-feira de cinzas, os sintomas da ressaca incomodam muita gente. A Mais Influente conversou com três especialistas que darão dicas de como minimizar estes sintomas.

“Ah, o carnaval”. O som das marchinhas de carnaval nos bloquinhos e os sambas-enredo das escolas de samba são empolgantes. Mas, quando se trata do consumo excessivo de alcool os famosos sintomas físicos e mentais como náuseas, boca seca, sonolência, falta de apetite e irritabilidade, podem estragar qualquer comemoração.

“Ao pensarmos em bebidas alcoólicas, é imprescindível que as pessoas entendam que não existe ganho em nenhum de seus objetivos – seja a melhora da saúde, a perda de gordura corporal ou aumento de músculos. O álcool pode dificultar muito a perda de gordura corporal contribuindo para o aumento de peso e acúmulo de gordura, já que seu consumo geralmente é feito em associação a alimentos gordurosos e ricos em carboidratos refinados, além da caloria vazia que ele mesmo oferece – lembrando que a mesma não significa que não há nutrientes sendo oferecidos junto às calorias”, conta Jean Carlos Silvestre, professor do curso de nutrição da Universidade Metropolitana de Santos (Unimes) e na Universidade Católica de Santos (Unisantos).

A nutricionista Janainna Mazelli  alerta que o consumo de álcool pode ser considerado um problema de saúde pública.  “Uma vez que é um potencial gatilho para o desenvolvimento de doenças crônicas, que elevam os gastos em saúde pública, além de que, seu consumo indevido é responsável por uma porcentagem considerável de mortes em nosso país”.

PREVENÇÃO

Conforme Janaína, o ideal é manter o equilíbrio em épocas de festas. “Ter uma alimentação equilibrada no dia a dia, manter o organismo bem hidratado, alterar o consumo de álcool com outras bebidas não alcoólicas, alimentos e água e voltar a rotina de alimentação logo após as festas são as principais medidas para curtir esse período sem consequências. Porém, a moderação no consumo de bebidas alcoólicas é o principal meio de manter-se saudável, sem perder a saúde que conquistou anteriormente”.

Hidrate o seu corpo!

Além do excesso de bebidas alcoólicas um dos erros mais comuns das pessoas é não hidratar-se durante o consumo. “O álcool faz com que o rim não conserveágua. Quanto maior a ingestão destas bebidas, maior a eliminação de água, fazendo com que ocorra a desidratação. Com isso, surge, por exemplo, a famosa dor de cabeça. Uma dica que ajuda a diminuir estes efeitos é a ingestão de água potável intercalada com os drinks”, explica Jean.

Dia Seguinte 

Passou da conta? Segundo Nayara Carvalho Cavalcanti Ares – Coordenadora e professora no curso de nutrição da Unimes, é importante não abusar de alimentos ricos em gorduras no dia seguinte. “Podem trazer desconforto gastrointestinal. Uma boa escolha são os que contenham carboidratos. Ajudam a repor a energia gasta com a eliminação do alcool, como frutas, torradas e pão integral com geléia. Também é interessante que façam a ingestão de água potável, água de coco e bebidas isotônicas. Sucos naturais também são excelentes opções”, afirma.

Detox

Para ajudar a minimizar os efeitos da ressaca, Nayara e Jean sugerem duas receitas interessantes para este período, entretanto, fazem um alerta. Adetoxicação é um processo que ocorre em três complexas etapas e que envolve vários órgãos e bioativos alimentares. As receitas abaixo possuem características detoxicantes, mas não irão contribuir de forma isolada para que o indivíduo esteja “livre” dos efeitos do álcool.

Dentre as opções de sucos, é necessário concentrar-se em alimentos que contenham vitaminas e antioxidantes para auxiliar na recuperação do corpo depois de todo o estresse sofrido para eliminar o álcool. A metabolização completa do álcool ocorre dois dias após a sua ingestão, portanto, o corpo produzirá toxinas ao longo de todo este tempo.

Receita 1:

Ingredientes:

2 unidades de laranja;

½ unidade de maçã;

½ cenoura crua;

3 folhas de hortelã;

1 rodela de gengibre;

2 pedras de gelo;

200 ml de água ou água de coco.

Modo de preparo: Bata tudo no liquidificador e tome logo em seguida.

Receita 2:

Ingredientes:

2 fatias de abacaxi;

1 limão sem casca;

½ cenoura crua

3 folhas de hortelã

2 pedras de gelo;

200 ml de água ou água de coco.

Modo de preparo: Bata tudo no liquidificador e tome logo em seguida.

Dica para as duas receitas:

Prepare este suco 2 ou 3 vezes ao longo do dia e ingeri-lo, para auxiliar na eliminação das toxinas produzidas pela ingestão alcoólica.

O ÁLCOOL É PROIBIDO PARA MENORES DE 18 ANOS. SE BEBER, NÃO DIRIJA. 

saiba antes via instagram @amaisinfluente