4.0 // ENTRETENIMENTO4.1 // ARTE & CULTURA 

Dia Internacional dos Museus: os 10 melhores do Brasil

Tem programação para o fim de semana? Em comemoração ao Dia Internacional dos Museus, que será comemorado amanhã (17), preparamos uma lista com 10 melhores museus do Brasil para você visitar e fazer essa homenagem.

Mas antes, vamos saber um pouco mais sobre os museus em nosso país?

O Brasil tem 1001 museus e segundo o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o público de 2017 foi de 32 milhões. Este número é superior ao contabilizado em 2016 – 28 milhões. Como pode-se perceber, a cada ano o público tem aumentando. Isso é bom, né?! Agora, vamos à nossa lista.

1 – Instituto Ricardo Brennand, Recife (PE)
Criado há 13 anos, o museu fica localizado na na área central da capital pernambucana e recebe mais de 2 milhões de visitantes por ano. O local possui uma fortaleza medieval em meio ao parque, além de conter telas de artistas como Rugendas, Debret, coleção de vidros e o museu de cera.

2 – Museu do Futebol, São Paulo (SP)
O museu relata como o esporte inglês ganhou traços brasileiros. Além disso, ele explora o impacto do futebol na vida das pessoas, a história das Copas do Mundo e seus craques. O espaço está localizado na parte de trás das arquibancadas do Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu.

3 – Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS, Porto Alegre (RS)
Com mais de 800 experimentos interativos, o museu procura despertar o espírito científico, a curiosidade e o gosto pelas ciências. Os visitantes podem se informar mais sobre as áreas de arqueologia, biodiversidade, botânica, paleontologia e zoologia.

4 – Inhotim, Brumadinho (MG)
O museu a céu aberto é famoso mundialmente por seu projeto paisagístico que une obras e natureza de forma singular. Localizado na cidade de Brumadinho, a cerca de 56 km de Belo Horizonte, o local possui uma área verde, além de 22 galerias em que ficam expostas obras de arte contemporâneas e ainda um jardim com mais de quatro mil espécies botânicas. Por lá, você encontra esculturas, desenhos, fotos e vídeos, e trabalhos de 85 artistas, entre eles Adriana Varejão, Vik Muniz e Helio Oiticica.

5 – Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo (SP)
Projetado em 1895, ele foi o primeiro museu de artes de São Paulo, local que formava artesãos da cidade. A pinacoteca tomou espaço em 1901, mas foi só em 1911 que teve a Primeira Exposição Brasileira de Belas Artes. Hoje, o museu conta com cerca de mil obras e um espaço da reserva técnica para peças em restauração.

6 – Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP), São Paulo (SP)
Um dos cartões postais da capital, o museu possui um acervo de cerca de 8 mil peças. Nele estão obras de Monet, Van Gogh, Matisse, Manet, Chagall, Picasso, Cézanne, Botticceli, Renoir, Delacroix, Modigliani, Toulouse-Lautrec, Cândido Portinari, Di Cavalcanti, Anita Malfatti e Almeida Junior. Um dos destaques do acervo é o espaço dedicado à coleção de esculturas de Edgar Degas, em bronze, com 73 peças. Além das obras, aos domingos, o vão do museu abriga uma feira de antiguidades.

7 – Museu da Língua Portuguesa, São Paulo (SP)
Localizado na região da Luz, no primeiro andar, os visitantes encontram as exposições temporárias; no segundo está a (enorme) galeria onde acontecem mostras de filmes e uma linha do tempo com recursos interativos; já no terceiro andar, fica o auditório. O museu explora o significado das palavras, a influência de outros povos e línguas na formação do idioma.

8 – Museu Imperial, Petrópolis (RJ)
Conhecido como Palácio Imperial, o museu está instalado no Palácio de Verão do imperador Dom Pedro II, centro histórico da cidade. No acervo é possível encontrar peças ligadas à monarquia brasileira, como objetos, obras de arte e objetos pessoais. Além de obras, o museu guarda joias imperiais, como as coroas de D. Pedro I e D. Pedro II, o cofre de bronze que foi presente do rei Luís Filipe I, da França, além de joias de dona Leopoldina e da Marquesa de Santos.

9 – Museu Oscar Niemeyer, Curitiba (PR)
Conhecido como “Museu do Olho”, o projeto une diferentes momentos do museu, de autoria de Oscar Niemeyer. Composto por 2 mil peças, o acervo guarda obras de grandes artistas como Tarsila do Amaral, Cândido Portinari, Ianelli, Caribé, Theodoro De Bona e Miguel.

10 – Catavento Cultural e Educacional, São Paulo (SP)
Localizado próximo ao Mercado Municipal, é um dos espaços que mais atrai o público infantojuvenil. O Catavento está dividido em quatro grandes seções: Universo (espaço sideral e planetas do nosso sistema solar), Vida (evolução na Terra, desde os primeiros animais até o surgimento do homem), Engenho (criações no âmbito da ciência) e Sociedade (problemas de convivência entre os povos). A junção de todos esses espaços abrem as portas para a informação e diversão, desvendando os conhecimentos científicos e culturais em um ambiente interativo.

saiba antes via instagram @amaisinfluente