0.0 // GERAL 

Mulheres dedicam quase o dobro do tempo que homens a tarefas do lar

Foto: Reprodução/Pixabay

Uma pesquisa divulgada esta semana mostra que as mulheres dedicaram quase o dobro do tempo dos homens a tarefas domésticas no Brasil. A informação é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Apesar de não ser novidade alguma, os dados ainda apresentam uma disparidade muito grande.

Em 2018, ano em que os dados foram coletados, a média semanal dedicada a tarefas domésticas foi de 21,3 horas para as mulheres e 10,9 horas – menos da metade – para os homens.

Empregados x desempregados

Ainda de acordo com a pesquisa Outras Formas de Trabalho da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, as mulheres continuam à frente mesmo entre a parcela da população que se declarou ocupada (empregada).

Ou seja, mesmo comparando entre mulheres e homens que trabalham fora, a mulher ainda são mais envolvidas com as tarefas domésticas. Os números são 95,7% de envolvimento para as mulheres contra 84,8% para os homens.

Gráfico: Agência IBGE Notícias

A pesquisa de 2018 também indica que 147,5 milhões de brasileiros acima dos 14 anos realizam afazeres domésticos e/ou cuidado de parentes. Em porcentagem, os valores representam 87% da população. Essa incidência também era maior entre as mulheres: 93%. Já entre os homens, 80,4% são envolvidos com tais responsabilidades.

Das sete atividades pesquisadas em afazeres domésticos, a mulher foi maioria em seis. Cozinhar foi a tarefa com a maior diferença entre os sexos, com incidência de 95,5% entre as mulheres e 60,8% entre os homens.

A presença masculina foi maior apenas em Fazer pequenos reparos no domicílio – 59,2% entre eles e 30,6% entre elas.

saiba antes via instagram @amaisinfluente