3.4 // SAÚDE 

6 sinais de que você precisa ir ao oftalmologista

Se você usa óculos ou lentes de contatos, provavelmente a última vez que visitou seu oftalmologista foi quando precisou de uma nova receita. E se não usa? Talvez nem se lembre.

Segundo uma pesquisa recente da VSP Vision Care e YouGov, apenas 50% dos americanos são examinados anualmente. Mas, manter os exames oftalmológicos em dia podem ajudar muito em sua saúde!

“A maioria das doenças que afetam o olho começa de forma assintomática. No momento em que um paciente percebe algo, pode ser tarde demais”, diz Joseph Allen, oftalmologista da rede VSP (EUA).

Então, como você sabe se é hora da sua próxima visita? Acompanhe as dicas:

1. Já faz mais de um ano desde o seu último exame

Assim como o ginecologista, você deve visitar seu oftalmologista e renovar os exames anualmente. Esta é a melhor maneira de continuar enxergando com maior clareza e proteção contra doenças oculares que podem atrapalhar sua visão, segundo o National Institutes of Health (NIH).

Exames oftalmológicos também podem ajudá-la a aprender informações importantes sobre sua saúde geral. Ao olhar nos olhos, o médico recebe uma visão de perto dos vasos sanguíneos – o que pode sugerir o desenvolvimento de problemas como diabetes, pressão alta, colesterol alto e até mesmo alguns tipos de câncer, observa Allen.

2. Você sofre com dores de cabeça

Dor latejante, especialmente por trás dos olhos ou sobrancelhas, é um sinal revelador de que você está tendo problemas para enxergar ou se concentrar – mesmo que ache que tudo está bem. “Você talvez não perceba, mas seus olhos podem estar compensando alguma coisa. E isso pode levar a dores de cabeça”, explica Allen. Muitas vezes, tudo o que você precisa é de uma receita atualizada (ou um par de óculos ou lentes de contato, se você ainda não usa) para resolver o problema.

A fadiga ocular digital, comumente causada pela luz azul emitida pelo celular e computadores, também pode dar dor de cabeça. Definitivamente, aborde isso com seu oftalmologista. Ele pode recomendar lentes especiais para ajudar a reduzir sua exposição e dar dicas para evitar a dor.

3. Seus olhos doem

Não ignore este sintoma. A dor aguda ou latejante que não desaparece é um sinal de que seu olho está inflamado e que algo provavelmente está acontecendo, aponta Allen. Mas será preciso fazer um exame oftalmológico abrangente para descobrir qual é o problema e como tratá-lo. Pode ser uma infecção, olho seco ou um problema de sinusite. Há também a possibilidade de você estar lidando com algo sério como o glaucoma de início súbito, de acordo com o NIH.

4. Seus olhos estão vermelhos e inchados

Isso é um sinal de conjuntivite. Seus olhos também podem queimar ou coçar, ficar sensível à luz ou ter secreção, observa o National Eye Institute (NEI). Não ignore esses sintomas. Esses problemas podem ser causados por uma infecção viral ou bacteriana, bem como alérgenos, mas você precisará de um oftalmologista para determinar o diagnóstico.

5. Você percebe manchas ou flashes de luz estranhos

Vendo pequenas manchas escuras ou faixas onduladas de vez em quando geralmente não é um grande problema, especialmente se elas aparecerem depois de olhar para algo brilhante, diz Allen. Mas você deve consultar seu oftalmologista o mais rápido possível se, de repente, começar a ver muitas manchas ou se elas estiverem acompanhadas de flashes de luz.

O mesmo vale caso você comece a ter dificuldade em ver pelos lados dos olhos. “Estes podem ser sinais de um descolamento da retina, que ocorre quando a retina é levantada ou afastada da parede posterior do olho”, explica Allen. É um problema sério que pode causar perda permanente da visão ou até mesmo cegueira em apenas alguns dias, quando não tratada. Por isso, não espere.

6. Sua visão varia

Você está vendo claramente em um minuto e embaçado no próximo? “As flutuações da visão podem ser causadas por olho seco, astigmatismo não corrigido (uma curva irregular na córnea que afeta a forma como a luz é refratada), ou mesmo diabetes não tratada”, aponta Allen. “O alto nível de açúcar no sangue faz com que a lente do olho inche, o que pode causar uma mudança na visão. Quando o açúcar no sangue volta para baixo, ele inverte”, completa.

saiba antes via instagram @amaisinfluente