3.4 // SAÚDE 

Dicas para fazer marmitas econômicas

O dia-a-dia de quem trabalha fora é sempre muito corrido. Muitas vezes, a hora do almoço acaba sendo negligenciada por diversos fatores que envolvem nosso dia. Sabendo que o almoço é uma das principais refeições, não tratá-la de maneira adequada a longo prazo pode se tornar um problema. Principalmente quando começamos a substituir o almoço por lanches fáceis que encontramos na rua.

Pensando nisso, uma maneira de conseguir ter uma refeição adequada na hora do almoço, pode ser o uso de marmitas. Ela tem entrado em foco justamente pela facilidade que traz ao trabalhador.

Mas será que você sabe montar uma boa marmita? Tanto nutricionalmente quanto financeiramente? Acompanhe algumas dicas feitas pela nutricionista Fernanda Cipriano.

Planejamento

O primeiro passo para te ajudar a montar sua marmita é planejamento. Você sabe que vai precisar de marmitas todos os dias em que for trabalhar, portanto, antes de fazer as compras, pense em tudo o que você deseja comer durante a semana e coloque na lista. Isso pode ajudar a evitar compras imprevistas e desnecessárias.

Onde comprar

O segundo passo é saber aonde comprar. Pesquise, escolha o local com preços mais acessíveis. Para frutas, legumes e verduras, é sempre melhor comprar aquelas da época, pois estarão mais baratas. Carnes como frango, fígado e moela costumam ser mais baratas e também muito nutritivas, mas vai do gosto de cada um.

Não complicar

Terceiro passo é não complicar ou achar que marmita boa é só aquela com alimentos da moda ou alimentos caros. Uma alimentação saudável é feita pela combinação de alimentos e nutrientes. Principalmente nas grandes refeições (almoço e jantar), precisamos da combinação de carboidratos, proteínas, lipídios, frutas, legumes e verduras. Resumindo, uma marmita saudável pode ser composta de: arroz, feijão, omelete, salada de alface com beterraba, cenoura cozida e uma fatia de melancia.

Ou seja, coisas que encontramos e comemos normalmente na nossa casa. O que torna ainda menos improvável de alterar o seu orçamento no final do mês.

Marmitas são opções simples, práticas, econômicas e sabendo escolher os alimentos certos (mesmo os mais simples), ela também pode se tornar muito saudável.

saiba antes via instagram @amaisinfluente