9.0 // DA REDAÇÃO 

Uma selfie em um momento desesperador. Entenda o motivo.

Em meio a tragédia do desabamento do edifício Andrea, em Fortaleza (CE), um fato surpreendeu a todos. É comum que o desespero tome conta de alguém que, ainda com vida, está debaixo dos escombros. Pois, bem. O estudante de arquitetura Davi Sampaio demonstrou autocontrole ao mandar uma selfie sorrindo para a família, afim de tranquilizá-la, enquanto estava imerso aos entulhos do prédio que desabou nesta última terça (15).

“Eu pensava que era até um trote. Eu nem estava acreditando”, disse o pai Rômulo Sampaio.

Davi, que também ligou para o Rômulo, está coberto de poeira e faz um sinal de positivo como prova de que não sofreu nenhum dano grave. Ele foi socorrido e levado a um hospital particular em Fortaleza. Posteriormente, o pai da vítima confirmou que os danos foram apenas materiais.

“Isso daí (o apartamento) eu recupero. Vão-se os anéis, ficam os dedos. O ruim é quando levam o anel com dedo e tudo”, afirmou Rômulo. De acordo com ele, o prédio já apresentava problemas havia algum tempo. Para o comerciante, houve negligência da empresa que construiu o edifício.

Davi, que estava nos escombros do edifício Andrea, em Fortaleza (CE), enviou uma selfie para os familiares, tranquilizando-os (Crédito: Reprodução)

saiba antes via instagram @amaisinfluente