1.0 // FAMOSOS 

Acusado de machismo, Juliano Cazarré recusa pedir desculpas

Antes de começarmos a falar sobre o assunto, leia o post feito pelo ator Juliano Cazarré:

View this post on Instagram

juliano, meldels que vergonha 🤦🏻‍♀️ vâmo lá: a "masculinidade" é SIM uma construção social. você dizer o contrário só atesta o seu grau de ignorância e o desrespeito com todas as grandes autoras (e autores) – sociólogas, antropólogas e filósofas que provam isso. existe uma bibliografia mundial extensa que posso te indicar – mas tenho a impressão (pelo teus próprios comments no seu post) que você não está nem um pouco interessado em aprender isso. a gente luta todos os dias para que essa sociedade machista, misógina e sexista estrutural reconheça essa construção social e aprenda a desconstruir a masculinidade tóxica e mantenedora de privilégio de macho que o seu discurso reproduz. se a sua idéia era defender pais presentes, responsáveis e que entendem o conceito de equidade dentro das relações, você errou e errou feio. apenas reconheça. não fique aí batendo no peito, urrando e defendendo ignorância. mulheres não precisam de machos alimentando essa cultura paternalista e patriarcal. a gente dá conta do recado fudidamente. o que faz do mundo um lugar mais seguro não é a MASCULINIDADE meu querido, muito pelo contrário, é desconstrução dessa arrogância de um papel protagonista. reveja teus conceitos. pare de passar vergonha e ouça as centenas de mulheres que comentaram no teu post. o feminismo é fundamental nessa mudança e reparei que a tua fala com as mânas foi bastante agressiva, incluindo críticas ao marxismo de angela davis (és bolsominion? – puxa que decepção, um ator talentoso, do cinema, defendendo o desmonte da cultura?). vá ler, cazarré. VÁ LER e estudar. mas se tiver preguiça ou raivinha, você pode ver um doc no youtube chamado "o silêncio dos homens". ali você vai entender bastante coisa. você vai aprender muito e torço para que mude essa sua fala escrota. nós não precisamos de "cavalheirismo", precisamos que vocês repensem a forma como vêm o mundo e entendam, de uma vez por todas, que a mudança nas estruturas de decisão e poder são o verdadeiro paradigma SOCIAL que necessitamos. e dorme com essa você. ah! se eu fosse você, num dormia não. aproveitava pra estudar e parar de passar vergonha. beaj.

A post shared by Ana Cañas (@ana_canas) on

Ele parece não ter se importado muito com as críticas que recebeu após exaltar a “masculinidade” nas redes sociais. O ator foi chamado de “machista”, mas confessou não achar motivos para se desculpar por sua posição.

“Acho uma polêmica boba. Falei com outros homens, que eles cuidem e protejam suas famílias. Isso é bonito, é bom e oposto de machismo”, disse ao jornal “O Dia”.

“Machismo é abandonar a mulher, bater na mulher, abandonar filho. Eu sou o contrário disso. Sou um cara que assume filho, que está em casa com a esposa. Eu acho que falei uma coisa que é boa, por isso não voltei atrás. Por isso, acho que não tenho que pedir desculpas por nada”, continuou.

Apesar da repercussão negativa, o famoso ressaltou que vai manter a postagem, pois, ainda assim, acredita na mensagem. “Mantenho minha posição e acho que qualquer pessoa que queira olhar com olhos neutros vai ver que em nenhum momento eu falei que homem é melhor que mulher, ou que mulher depende de homem. Pelo contrário, eu disse que muitas mulheres são guerreiras e heroínas, que a vida delas fica muito mais difícil porque algum homem foi banana com elas lá atrás”, completou. Com informações do MSN.

saiba antes via instagram @amaisinfluente