2.0 // FAMOSOS 

Milton Gonçalves não desfilará pelo Salgueiro após sofrer AVC; ator não será substituído

O ator Milton Gonçalves, de 86 anos, não desfilará pelo Salgueiro neste carnaval. Isso porque o artista sofreu um acidente vascular cerebral (AVC), na última segunda-feira, e, desde então, segue internado no Hospital Samaritano, na Barra, Zona Oeste do Rio. A informação foi confirmada pela escola de samba.

Conforme informou o Salgueiro, Milton viria na última alegoria, junto a nomes importantes da cultura nacional como Hélio de La Peña, Aílton Graça e Nando Cunha — os três representando o personagem tema da escola, Benjamim de Oliveira, primeiro palhaço negro do Brasil.

Milton, assim como Antônio Pitanga, não viria fantasiado, estaria no carro como um herdeiro de Benjamim. Ele integraria o time que abriu caminhos para artistas negros da nova geração.

Não haverá substituição, aliás, conforme reiterou a agremiação. Para o Salgueiro, não há razão para pensar num outro nome, já que “Milton Gonçalves é insubstituível.” A escola informou ainda que soube da situação do ator nesta terça-feira, através de parentes, e destaca que o principal é o bem-estar do artista. Acrescentou que, mesmo que ele tenha alta até o dia do destile, a “recomendação médica é de repouso absoluto”.

Nesta terça-feira, os médicos informaram que o estado de saúde de Milton era considerado “estável” e que “inspira cuidados”. O ator, internado na unidade neuro intensiva, chegou a passar por cirurgia, após ser hospitalizado.

Neste ano, o Salgueiro vai retratar no Sambódromo a história e o legado de Benjamim de Oliveira. Nascido em 1870, ele, que completa 150 anos de nascimento em 2020, é considerado o primeiro palhaço negro do Brasil e que também realizou com maestria outras áreas da arte, como o teatro. O enredo foi intitulado como “Rei Negro do Picadeiro”, do carnavalesco Alex de Souza.

As informações são do Extra.

saiba antes via instagram @amaisinfluente