6.0 // ENTRETENIMENTO 

Mulan e Viúva Negra no streaming não são descartadas pela Disney


A pandemia do Coronavírus teve um impacto gigante na indústria cinematográfica. Cinemas estão fechados, filmagens foram suspensas e muitos lançamentos foram adiados. No momento, está acontecendo um debate entre manter somente exibições na tela grande ou aderir ao streaming, mas a Disney começa a avaliar suas cartas na manga.

O próximo grande lançamento que a Disney vai promover pós-pandemia é Mulan, agendado para 23 de julho no Brasil — uma dia antes dos Estados Unidos. Será um dos primeiros blockbusters a tentar reconquistar a confiança dos espectadores, a ponto de levá-los aos cinemas. Mas a empresa de Mickey Mouse não descarta a possibilidade de ter que exibir seus filmes através de plataformas digitais.

“Estamos com os dedos cruzados. Nós acreditamos muito na experiência do cinemas para grandes blockbusters. Também percebemos que, seja por causa da evolução do consumo, ou por situações como o COVID, nós talvez teremos que fazer algumas mudanças em nossa estratégia, pois os cinemas não estão abertos, ou não atingem a amplitude que precisamos para ser viável financeiramente. Vamos avaliar caso a caso”, diz o CEO Bob Chapek.

A volta aos cinemas

A Disney terá uma chance de avaliar como será o retorno do mercado, já que, antes de Mulan, será lançado Tenet, filme de Christopher Nolan, que a Warner mantém para o dia 17 de julho nos Estados Unidos (23 de julho aqui no Brasil). Será possível que, dependendo da resposta do público em querer sair de casa ou não, filmes grandes como Viúva Negra possam ser lançados pelo Disney+ ou disponibilizados para aluguel on demand?

Por enquanto, a Disney parece manter suas energias na tela grande, mas é preciso lembrar que eles decidiram retirar Artemis Fowl do calendário, lançando-o diretamente no Disney+ em junho deste ano. A justificativa oficial? “É a melhor escolha pelo apelo demográfico.” Ao mesmo tempo, ainda não há previsão para o retorno das filmagens de seus próximos lançamentos, inclusive os filmes da Marvel. Chapek apenas disse que medidas de prevenção serão tomadas, assim como nos parques de entretenimento da empresa.

Atualmente, o mundo se encontra num grande dilema, após a decisão da AMC em boicotar filmes da Universal — depois que a empresa decidiu investir nos streamings, após o sucesso de Trolls 2 no aluguel on demand. “Assim que os cinemas reabrirem, nós planejamos lançar nossos filmes em ambos os formatos”, disse o CEO Jeff Shell, enquanto a rede de cinemas respondeu “Tal declaração assume que nós vamos aceitar silenciosamente uma perspectiva remodelada de negócios sobre como estúdios e exibidores devem interagir, sem preocupação alguma da Universal sobre como estas ações nos afetam.”

Mulan segue com lançamento marcado para 23 de julho, enquanto Viúva Negra tem estreia marcada para 29 de outubro no Brasil.

Por: Adorocinema

saiba antes via instagram @amaisinfluente