Tatiana Nobili 

Shampoo ‘lixo zero’ ganha cada vez mais adeptos

O shampoo sólido, ou em barra, como tem sido mais divulgado, não é uma novidade mas, com a onda do consumo “compre de quem faz” e a preocupação ainda maior com o meio ambiente, vem ganhando cada vez mais adeptos. Há muitas marcas produzindo, mas também muitos artesãos. A grande vantagem, do ponto de vista ecológico, é a privação do uso de embalagens plásticas comuns ao shampoo líquido. Tem também a questão da durabilidade, e consequente economia, e praticidade no caso de ter que transportar. Mas os usuários vêm divulgando maravilhas também quanto aos resultados. Segundo eles, os cabelos, submetidos a menos químicas por serem produtos naturais, ficam mais fortes e saudáveis, e respondem com mais brilho e beleza. Tratando-se de cabelo, essas são as palavras mágicas que fazem os olhos brilhar.

Marcas aliam segurança à moda e usam tecidos que prometem eliminar o coronavírus

A Diesel foi a empresa que causou o maior alvoroço ao anunciar a tecnologia inovadora que permite acabar com 99% dos vírus, incluindo, claro, o coronavírus. Intitulada “viraloff”, a tecnologia também alimenta a sustentabilidade por exigir menos lavagens e poupar o consumo de água e sabão. Mas ela não está sozinha. No Brasil, a Vicunha Têxtil anunciou a criação da coleção V. Protective, composta por tecidos funcionais com propriedades antibacterianas, antivirais, antimicrobianas e repelentes. Os tecidos tecnológicos da coleção também repelem líquido e gotículas de saliva. Com a rapidez que a situação exige, essas maravilhas estarão disponíveis já nas próximas coleções e, logo, a maioria das marcas vai oferecer peças com esse propósito também.

Bota branca reforça o posto de tendência e começa a sair do armário

O uso da bota branca já havia sido decretado como tendência para 2020 há tempos, mas virou um projeto engavetado pela reclusão social. Agora, com o relaxamento da quarentena e a vida social voltando aos poucos, as mais fashionistas já aproveitaram para colocar em uso. Com variações em materiais e modelos, vai do cano curto ao longo, salto quadrado ao fino, do vinil ao couro e pode até ter uma pegada cowboy. O uso também é bem versátil e pode ser usada quebrando um look monocromático ou all jeans, com meias soquete com a barra dobrada… são muitas as alternativas. O primeiro passo é quebrar o gelo e se acostumar, incorporando gradativamente aos seus looks.

Médicas de biquini movimentam as redes sociais

As redes sociais foram invadidas esta semana por fotos de médicas de jaleco ao lado de uma versão, digamos, mais exposta da sua figura. A hashtag #medibikini ganhou adesão mundial e surgiu da indignação da classe com o resultado de uma pesquisa americana, insinuando uma postura antiprofissional por parte de doutoras que se expunham em fotos consideradas provocantes ou inadequadas. Foi a senha para que pipocasse por toda a parte registro de corpos sarados, mulheres lindas e, sim, sensuais também, mostrando que não dão espaço para nenhum tipo de preconceito.


Marca lançada por Marina Ruy Barbosa vira febre e esgota a coleção em um dia

Destaque entre as atrizes da sua geração, Marina Ruy Barbosa aproveitou a rotina mais folgada na quarentena para colocar em prática o velho projeto de lançar uma marca de moda. A Ginger foi lançada no dia 25 de julho, com 100% da renda das primeiras vendas destinada a projetos sociais da ONG Gerando Falcões. A primeira coleção, intitulada Prefácio, esgotou no mesmo dia e trouxe roupas em algodão orgânico, numa linha casual e modelagens mais amplas, priorizando o conforto mas obediente à cartela de cores mais atual, com o abóbora, Ginger, em destaque. Engajada na sustentabilidade e no consumo consciente, a marca se propõe a prestigiar produtores e matérias-primas brasileiras e, independente, se declara “livre das amarras das estações”, estabelecendo que não vai seguir calendários.

DIY Fashion

Se existe um item perfeito para fazer customizações, é o botão! Muito fácil de achar e disponível numa variedade de tamanhos, tipos e cores, ele pode fazer a diferença em blusas, jaquetas, calças, bolsas… mas hoje vamos ver o que ele pode fazer por uma velha sapatilha. Você só vai precisar do calçado, cola para sapato, os botões e a sua imaginação. Dica extra: tamanhos variados de botões deixam o resultado muito mais despojado e charmoso!

Fique de olho

IN

O natural nunca esteve tão em alta. Tecidos naturais estão em alta, priorizando o conforto. Shampoos naturais estão em alta, poupando os fios e a natureza. Comida natural está em alta, porque cuidar da saúde está no topo das prioridades. Até a cor natural dos cabelos está em alta, mesmo que os fios já estejam brancos. Naturalize-se!

OUT

O preconceito. Com a polêmica envolvendo a campanha da Natura para o Dia dos Pais, que tem a participação do empresário Tammy Miranda, que é trans, o tema veio mais à tona. Como toda campanha que abraça uma causa, gerou bastante polêmica e deixou à mostra a versão mais conservadora que ainda impera em muitas camadas da sociedade.

Qual seu estilo?

Numa época em que as pessoas estão mais voltadas para o autoconhecimento, procurando se entender em meio ao caos, muitas mulheres tem se interessado em saber mais sobre estilo, e identificar o seu. Faz parte do processo de autoconhecimento, mais em alta do que nunca.

Existem sete estilos universais predominantes, mas cada mulher passeia por cerca de três. Cada semana vamos descrever um deles. Hoje, o Estilo Clássico. A mulher de estilo clássico costuma ser mais conservadora na escolha das modelagens, cores e estampas. Cuidadosa com os decotes, raramente se arrisca a fugir do convencional e opta pelos clássicos, que nunca saem de moda. Esse comportamento se reflete também na maquiagem, no corte de cabelo, nos sapatos mais fechados e nos acessórios, sempre delicados nas formas e no tamanho.

saiba antes via instagram @amaisinfluente