PUBLICIDADE

4.0 - MANUALcorpo

3 Dicas simples para controlar a oleosidade da pele

A oleosidade da pele nada mais é do que a secreção de gordura em excesso pelas glândulas sebáceas. Essa produção além do normal de sebo pode ocorrer por vários fatores, como a genética e hormônios, além de poder piorar de acordo com a dieta, clima, poluição e estresse.

É compreensível o incômodo causado pela pele oleosa, afinal o brilho indesejado aparece nas mais diversas situações e nem sempre é possível controlá-lo. Porém, alguns cuidados certeiros ajudam a lidar melhor com ele e a deixar a vida de quem sofre com a oleosidade mais leve e sem tantas preocupações. Abaixo, conversamos com o dermatologista Dr.  Cristiano Kakihara e listamos algumas dicas para te ajudar a turbinar a rotina de beleza e parar de se preocupar com o excesso de brilho.

1.Lave o rosto com o produto certo
“O primeiro cuidado é o uso do sabonete específico para higienizar a pele duas vezes ao dia. Sempre indico um produto suave, de pH fisiológico, não comedogênico e, de preferência, sem perfume para não causar uma irritação. Outra opção é um sabonete próprio para tratar da oleosidade, que conta com substâncias que ajudam a controlá-la, como os ácidos salicílico e glicólico. O ideal é sempre evitar cosméticos muito hidratantes, pois eles pioram o aspecto gorduroso do rosto”, explica o Dr. Cristiano.

2.Filtro solar, sim!
Independente do tipo de pele, a proteção solar é muito importante para a saúde facial. Para quem lida com a oleosidade, as versões em gel são boas opções, pois além de criarem uma barreira contra os raios solares, também possuem uma textura leve que não entope os poros.

3.De olho na alimentação
Os alimentos que ingerimos influenciam a nossa saúde como um todo e, na pele, acabam também interferindo na produção das glândulas sebáceas. Dietas com grandes quantidades de leite, açúcar e carboidratos, que são comidas com alto teor inflamatório, incentivam a produção de insulina pelo corpo, um dos hormônios que interfere na quantidade de sebo secretado, deixando, assim, a face mais oleosa.

“Pesquisas recentes mostraram que substâncias antioxidantes ajudam a melhorar a acne, porque auxiliam na diminuição da inflamação. Por conta disso, uma alimentação equilibrada, com ingestão de vitamina C, frutas e legumes tem uma ação efetiva sobre a pele oleosa e espinhas”, ensina o Dr. Cristiano Kakihara.

 

Informações: MdeMulher

PUBLICIDADE