PUBLICIDADE

motivacional

Alunos de escola pública criam portal com a trajetória histórica de mulheres

Estudantes e uma professora de uma escola no Distrito Federal decidiram contar a história de outro ângulo. A pouca representatividade das mulheres nos livros instigou o projeto ‘Heroínas Sem Estátua: o conhecimento a partir das mulheres’ idealizado pela professora Maria Del Pilar, do Centro de Ensino Médio I.

Maria comentou que as contribuições das mulheres foram sistematicamente apagadas dos currículos, e em conjunto com os estudantes, produziram um site no qual é possível perceber a importância de mulheres, sem aquele estigma de papel secundário. Entre os nomes citados no projeto estão Dandara dos Palmares, Olga Benário, Nísia Floresta e Bertha Luz.

A desigualdade de gênero foi então tema de debates em sala de aula, onde foi questionado o porquê de mulheres não se tornarem estátuas pela sua trajetória de luta, ao contrário do que ocorre com homens. A partir de um trabalho, com exercícios e análises, os alunos tiveram que pesquisar mulheres heroínas que não foram reconhecidas.

Após a correção, os alunos decidiram produzir versões digitais, que estão expostos no blog. Assista ao vídeo:

//youtu.be/Vuwz9tpNju4

PUBLICIDADE