PUBLICIDADE

Claudia Jannuzzi

Cláudia Jannuzzi: Emoção a toda prova

Foi com maestria de quem nasceu para as artes que a atriz Ilana Hazan, comoveu a todos com sua emoção nas cenas da novela Genesis da Rede Record, onde interpreta uma seguidora de Semiramis. Alguns sites chegaram a dar como explicação de tamanho realismo na emoção, o atual momento pessoal de vida da atriz, ja que está se separando, mas eu daria créditos,  ao talento e a capacidade de se diversificar nas artes que ela detém. Ilana que além de atriz, é cantora, artista plástica e produtora tem como poucas as artes correndo nas veias e como principal combustível para realizar seus sonhos. Desde os idos tempos da TV Manchete, do titio Adolpho Bloch, Ilana já despontava como sucesso e tornou inesquecíveis suas personagens em Kananga do Japão e Ana Raio e Zé Trovão. Desejamos ainda mais sucesso em sua carreira e vida pessoal.

Samba para vestir

A estação primeira da Mangueira, como todas as outras escolas de samba, esse ano viu sua comunidade ficar carente, carente de trabalho. Segundo Célia, a diretora comercial da escola são cerca de 300 profissionais que trabalham no barracão e que ficaram sem emprego devido o cancelamento do carnaval. Foi então que eles resolveram buscar parcerias e junto com uma marca super carioca a Reserva lançou uma linha de vestuário chamada de “Samba para vestir”.
Todo lucro da colabe,  constituída por 13 camisetas e tenis nas cores da escola, será revertido em ajuda para comunidade, serão 50 mil pessoas ajudadas. Em retribuição a comunidade da Estação primeira estará ministrando aulas online para os compradores da coleção e essas aulas incluem passos de dança, instrumentos de percussão dentre outras atividades. Um verdadeiro carnaval de solidariedade em plena pandemia.

A Mangueira do amanhã

A Velha guarda da Mangueira

A grande quebra de paradigma

Dizem que o ano só começa após o carnaval, então estamos exatamente no início do ano, e o que esperar de um ano que vem logo após um ano de tantas aflições, dúvidas, um verdadeiro ano pandêmico ? Para elucidar nossas duvidas o exotérico Rapha Hammoud apresenta uma live com varias explicações no próximo dia 22 às 20:00h. Quem quiser conferir será muito bem vindo e poderá começar a programar esse ano de 2021 guiando-se pelos astros.

Rapha 

Ano Novo chinês

E foi com distanciamento social que os chineses comemoraram o Ano Novo oriental. Diga-se de passagem devido a própria China e a pandemia instalado devido a Covid-19.
Esse ano 2021 é ano do boi e segundo chineses com o início  em 12 de fevereiro, quando começa o Ano do Boi (Búfalo) de Metal, que corresponde ao ano 4719 do calendário chinês, cujo término acontecerá em 31 de janeiro de 2022.

2021: Ano do Boi

O boi é o segundo animal do zodíaco chinês. Os 12 signos do horóscopo chinês são utilizados para representar os anos. Como o ciclo se repete a cada 12 anos, 2020 encerrou um ciclo representado pelo rato, e em 2021 um novo ciclo se inicia, com o boi. Desta maneira, segundo a astrologia chinesa, espera-se a chegada de um ano de trabalho árduo e de superação. O sucesso será fruto de muita disciplina, perseverança e dedicação.

No Brasil a celebração organizado pela Câmara de intercâmbio cultural Brasil-China contou com apresentação do violinista Allyrio Melo e apresentação de Marcia Xiao Man Wu.

Allyrio Melo

 

Marcia Xiao Man Wu (小曼)

Aniversários influentes

Auriette Middleton

Manoela Ferrari

Evelyn Reich Bejgel

Claudio  Giordani

Vinícius Belo

PUBLICIDADE