PUBLICIDADE

5.0 - MODA

Couro: Brasil foi destaque em Milão

Agregar valor ao couro com vistas às exportações tem se mostrado uma estratégia eficiente em anos de mercado em fase de ajuste, como está sendo 2017. A Itália, um dos mais exigentes países importadores de peles, é prova desta lógica: enquanto outras nações compradoras de couro apresentam queda em pedidos, os italianos registram crescimento de 16,2% nas importações de couros brasileiros de janeiro a setembro. Esse dado reforça a importância da participação do Brasil na mais recente edição da feira Lineapelle, que ocorreu entre os dias 4 e 6 de outubro, em Milão.

Sete grupos empresariais brasileiros apresentaram seus couros no evento com o apoio do projeto Brazilian Leather, uma iniciativa de incentivo às exportações realizada pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Os curtumes Arte da Pele, Courovale by BCM, Bannach, Nova Kaeru, Krumenauer, Natur e Soubach mostraram o potencial do Brasil em fornecer couros acabados para marcas de qualidade distinta no alto padrão europeu.

Joel Krummenauer, do Cortume Krumenauer, destacou como ponto positivo da feira o reencontro com clientes antigos e a possibilidade de conhecer novos contatos. Além da plataforma comercial, os espaços de tendências e palestras da Lineapelle foram outras atrações interessantes para o público visitante, como mencionou Letícia Luft, gerente do projeto Brazilian Leather. “Ideias inovadoras no nosso setor são sempre compartilhadas nessa feira, que é também um momento para atualização sobre a indústria”, disse. Letícia recepcionou primeiro dia da feira a visita de representantes do Consulado-Geral do Brasil em Milão, apresentando todo o trabalho dos curtumes brasileiros presentes ao evento.

Foto: Divulgação