PUBLICIDADE

saúde

Dengue em alta: não basta repelir! É preciso eliminar o mosquito e os criadouros

Foto: divulgação

Para controlar as endemias causadas pelo Aedes Aegypti, não basta repelir o mosquito, é preciso eliminá-lo. Neste foco, uma das ferramentas eficientes na prevenção química é a tinta inseticida Inesfly Carbapaint 10, que é um adulticida, ou seja, uma tecnologia que mata o mosquito quando ele entra em contato com a tinta na parede. “Para controlar não adianta repelir o mosquito de um cômodo para o outro, é preciso que ele seja eliminado no primeiro contato com o inseticida”, explica Luiz Rolim (foto), CEO da Saúde Mais/Inesfly Brasil, que comercializa o produto no país.

Aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) o produto já é utilizada em mais de 100 países e em várias cidades do Brasil – como em escolas de Duque de Caxias, no Rio -, como uma ferramenta de combate, não só ao Aedes, mas insetos como o borrachudo e causadores de doenças como malária, Doença de Chagas e leishmaniose.