PUBLICIDADE

4.0 - MODA

Estudo revela que apenas 8% das modelos escolhidas pelas marcas são negras

 

Foto:(Divulgação)

Foto:(Divulgação)

Representatividade é uma palavra que ganhou destaque entre diversos âmbitos e discussões. O termo é essencial no mundo da moda, mas o que constata o site The Fashion Spot, que apresenta uma pesquisa sobre as principais campanhas do mundo e a escolha das modelos, é que apenas 8,29% das modelos escolhidas foram negras.

Os dados são referentes ao verão de 2016, com análise de 236 anúncios, tanto de marcas de luxo como fast fashiom. O número, pequeno, representa ainda assim uma evolução. Em 2015, eram apenas 6,5%. Entre as modelos brancas, são representadas em 78,02%, já asiáticas, latinas e um campo ‘outras’, somaram 13,51%.

A editora do site revela que há um progresso no quesito diversidade racial, mas se decepciona quando se trata de modelos pluz-size, acima de 50 anos e trans, “entretanto, estamos decepcionados ao constatar que modelos plus-size, acima de 50 anos e trans tiveram menos aparições do que nas campanhas de inverno 2015. É um retrocesso confuso, considerando a quantidade de atenção que elas receberam da mídia no último ano”, completa.

 

PUBLICIDADE