PUBLICIDADE

ARQUIVO ///

Exposição ‘Objetos Turísticos’ de vários viajantes movimenta a rede social

Bayard Boiteux e Viviane Fernandes são os curadores da inédita exposição virtual “Objetos Turísticos”, que reúne mais de 90 peças na página do Facebook intitulada com o mesmo nome do evento.

Os visitantes poderão apreciar as recordações de 120 viajantes, que sob uma nova ótica, promovem o turismo dos lugares que marcaram suas vidas. As peças vão desde copinhos de shot, pedra roseta, chapéus, vasos, quadros, esculturas até imãs de geladeira, panelas e caixas.

Participaram da ação, dentre outras dezenas de personalidades, Cristina Beltrão, Claudio Aboim, Marco Rodrigues, Marcelo Tesserolli, Philippe Seigle, Fatima Borges, Ediana Avelar, Alzira Magalhaes, Vanda Klabin, Sergio Kaiser, Ana Botafogo, Sylvia de Castro, Diana Macedo, Claudia Jannuzzi, Patricia Mellodi, Thelma Inecco, Andreia Repsold, Celia Domingues, Arnaldo Bichucher, Ricardo Bailly, Itamara Koorax, Melania Varola, Claudio Castro, além do idealizador do projeto.

“A exposição é uma viagem ao mundo da arte”, declara Sonia Mattos. Com a produção do portal Consultoria em Turismo Bayard Boiteux, apoio da Sergio Castro Imóveis, da Fundação Cesgranrio, da Nice Via Ápia e da Escola Técnica Cieth,

A exposição, que será permanente, pode ser visualizada em:

//www.facebook.com/Exposição-de-fotos-Objetos-turisticos-102875788115481/

Parte do acervo que proporciona uma viagem pelo mundo, por meio de souvenirs…

Pedra Roseta – fragmento escrito em três variantes. A original está no Museu de Londres, de Vanda Klabin
Petra Jordania, de Andreia Repsold
Relógio Francês de 1799, em homenagem ao conhecimento e à Ciência, de Diana Macedo
Peças do Vietnã, de Bayard Boiteux

Em casa, mas com estilo

Jany Mota curte a quarentena em casa, usando um maiô lindo da coleção nova da Vivi Biquínis Moda Praia.   

Crédito: Elvira Macedo

Visita guiada do Theatro Municipal do Rio se transforma em um ‘tour virtual’ e é disponibilizada, de graça, à população

Em meio à pandemia do coronavírus, o Theatro Municipal do Rio de Janeiro está de portas fechadas. Enquanto aguarda a normalização das atividades, a equipe de projetos especiais do Municipal resolveu colocar em prática a ideia de fazer um tour virtual. Muito procurada, a visita guiada presencial conta com 600 pessoas por semana, entre brasileiros e estrangeiros, inclusive com sessões em outros idiomas, como inglês e espanhol. A partir de 1° de junho, será possível passear pelo teatro, conhecer um pouco da sua história e de, qualquer lugar do mundo, acessar o conteúdo sem sair de casa.

 “A visita virtual se insere no conjunto de ações online que o Theatro Municipal vem desenvolvendo, para continuar se comunicando ativamente com o público. A visita presencial cresce em números anualmente; a visita virtual vem se somar a essa atividade em tempos de isolamento social. Da segurança de casa, você acessa o roteiro, informações sobre os espaços e por alguns minutos se transporta para o interior do Theatro Municipal’, afirma Bruna Leite, coordenadora de Projetos Especiais do TMRJ.

Foto: Fred Pontes Sececrj

A câmera é o visitante. O percurso é comandado pela mediadora Diana Fagundes, que trabalha no TMRJ desde 2018. É a mesma guia que integra a equipe da visita presencial.

O tour virtual começa pelo Salão Assyrio, depois segue para a sala de espetáculos, escadaria e hall de entrada; em seguida para o foyer do Balcão Nobre e finaliza em uma das varandas laterais da Avenida Rio Branco.

Crédito das fotos: Fred Pontes / Sececrj

IPEJA irá promover webinar “O papel do Estado pós-pandemia do novo coronavírus”, com ministro Ricardo Lewandowski

No dia 5 de junho, às 11h, o Instituto de Pesquisa e Estudos Jurídicos Avançados (IPEJA) irá promover o webinar “O papel do Estado pós-pandemia do novo coronavírus”. O painel online será apresentado pelo ministro João Otávio de Noronha, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ); e o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF). A mediação será da desembargadora Cristiane Frota, do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. A transmissão, ao vivo, será realizada pelo canal IPEJA Direito, no Youtube. //youtu.be/YJnXoZ5ONeg

Crédito: Divulgação

Inscrições para a maior olimpíada científica do Brasil encerram neste domingo (31)

As inscrições para a 23ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), a maior olimpíada científica do País, foram prorrogadas em decorrência da pandemia do novo coronavírus e encerram neste domingo (31). Escolas públicas e particulares que ainda não participam podem se cadastrar pelo site www.oba.org.br. Realizada em fase única e voltada para todos os estudantes dos ensinos Fundamental e Médio, a olimpíada ainda não tem data definida para sua realização, a depender da retomada das atividades nas escolas. 

Em 23 anos de existência, a OBA já superou a marca dos 10 milhões de participantes e distribui anualmente cerca de 50 mil medalhas. A edição de 2019 teve a participação recorde de 884.979 estudantes de 9.965 escolas de todos os estados do Brasil e do Distrito Federal, além de duas do Japão.    

Os melhores classificados na OBA representam o País nas olimpíadas Internacional de Astronomia e Astrofísica e Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica de 2021. E os participantes desta edição ainda vão concorrer a vagas nas Jornadas Espaciais, que acontecem em São José dos Campos (SP), onde os participantes recebem material didático e assistem a palestras de especialistas.

O objetivo da OBA, de acordo com o dr. João Batista Garcia Canalle, astrônomo da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e coordenador nacional do evento, é levar “a maior quantidade de informações sobre as ciências espaciais para a sala de aula, despertando o interesse nos jovens”.

PUBLICIDADE