PUBLICIDADE

homem do dia

Jayro Said conta planos e projetos realizados no Cinema e na Televisão

Jayro Said é um homem de atitude, gay assumido, com 52 anos, vive todos dilemas e situações, as mesmas que seu personagem: Diogo, ( criador, idealizador, roteirista, produtor executivo, ator e agora por ” necessidade” diretor da terceira temporada em conjunto com o também ator Odaylton Barbosa).

“Sou aquele tipo de pessoa, que pede 1,2,3 vezes, na quarta, se a pessoa se prostrar e não faz, eu vou lá e faço! Tenho muitos colaboradores, ajudas sim, mas no mais, até por ter uma certa disponibilidade um pouco maior” eu acabo ficando na linha de frente, seguindo o ditado ” o olho do dono, que engorda o gado”. 

Jayro Said

Realmente enfrentando alguns problemas pra terminar as gravações da terceira temporada, e com a segunda sendo lançada agora em 17 de maio (especialmente escolhida, pelo também produtor Higor Alcantara, por ser o Dia Internacional de Combate à Homofobia), Jayro está surpreso com as visualizações do primeiro episódio somente ” são quase 5.000 mil ” em menos de 1 semana do lançamento, na primeira demoramos mais de 1 mês pra chegar a isso “, é que eu como homem gay,tenho a visão do que o público Lgbtqia+ gostam também, pois a websérie é feita para todos segmentos, mas tenho que dar uma atenção especial a comunidade, a qual pertenço”.      

 Said é ex: militante da ong Grupo diversidade Niterói, onde militou também na linha de frente, no combate ao preconceito e homofobia. “Tivemos muitas conquistas do ano de fundação da ong 2004 para cá, mas a luta não acabou, é diária, as pessoas tem que abrir a mente e aprender a respeitar o próximo, o diferente. Todos temos os direitos de amar quem quisermos, independente do sexo”, explica. 

Jayro Said

Ele se considera um cigano, em 22 anos morando sozinho, ele diz que já pode entrar para o Guinness book (morou em mais de 50 casas) nesse período, e está novamente indo pela quinta vez, voltando a morar em um lugar que ele considera seu aconchego, seu lugar de paz, onde ele se sente realmente em casa: São Pedro d’aldeia, na Região dos Lagos, onde a história da terceira temporada da websérie é ambientada.      

Diz que com essa ida para lá resulta em querer escrever um novo episódio da sua vida, com todo aprendizado que teve a frente das 3 temporadas, foram mais de 150 atores que passaram pelas 3 temporadas, muita gente, muita vaidade, muito ego de atores. Jayro pretende levar algumas pessoas para a vida toda, e outros “não”, embora seja grato pela participação no projeto, de forma afetiva e carinhosa, sem cobrar cachê. 

Jayro acabou de fazer participação na sexta temporada da novela Reis, na novela “Terra e Paixão“, “Amor Perfeito“, e está gravando a substituta de” Todas as Flores“(Guerreiros do Sol), onde faz um jagunço. “Tive só um dia de preparo para manusear espingarda, armas, sou contra a violência”, mas é o personagem, legal poder contar um pouco a história de lampião e Maria bonita, sob um novo olhar, contracenar com feras como Alexandre Nero, Irandhir Santos e outros, Jayro ” pretende ” também voltar ao teatro esse ano ou ano que vem, mas a partir de agora, quer trabalhar com atores mais comprometidos e irá escolher a dedo, seus próximos elencos, e o audiovisual, vai parar com a última temporada da web série? Nunca tive um grande aprendizado, e já tenho projetos em mente para 2024, no entanto, uma coisa que aprendi é ficar de boca fechada. Afinal, a inveja mora ao lado. Às vezes a pessoa dentro do seu próprio projeto, torce contra, ou se puder ” tomar” de você, só por não ter capacidade e talento de criar ou ter uma ideia semelhante. Sei que ainda vou colher no tempo de Deus os frutos de tanto sacrifício e dificuldades”, finaliza.