PUBLICIDADE

celebridades

Kim Kardashian nega ter devolvido vestido de Marilyn Monroe danificado

Kim Kardashian negou que tenha danificado o vestido que foi de Marilyn Monroe. A empresária usou a peça rara, avaliada em US$ 5 milhões, no evento MET Gala, que aconteceu no mês de maio.

De acordo com o Daily Mail, uma fonte próxima a Kim negou as alegações, afirmando que as imagens dissipadas na internet “não são precisas” e que as acusações de que ela teria danificado a peça são completamente falsas.

A fonte insistiu que o famoso vestido já tinha sinais de desgaste antes da Ripley’s comprá-lo, pois observou que Kim só usou o vestido por menos de 15 minutos enquanto caminhava pelo tapete vermelho.

Kim recebeu o vestido emprestado por funcionários do Ripley’s Believe It Or Not Museum, onde o vestido de 60 anos foi armazenado em um ambiente com temperatura controlada desde que foi comprado por US$ 5 milhões em 2016.

Para usar o icônico vestido de Marilyn, Kim teria perdido cerca de sete quilos para, então, caber na peça. Após o tapete vermelho, ela teria usado uma réplica para seguir sua participação no evento, porque mesmo emagrecendo o original ainda não teria servido adequadamente.

PUBLICIDADE