PUBLICIDADE

5.0 - MODA

Marca paulistana desfila seu inverno 2018

A marca Lolitta ficou conhecida pelos vestidos de tricô com silhueta ajustada e comprimento míni. Só que isso já faz tempo, mais de dez anos, e vestidinhos curtos, colados ao corpo já não fazem tanto sucesso. Na manhã desta quinta-feira (15/03), durante o desfile de inverno 2018 da label, eram raras as peças com barra muito acima do joelho.

Quase todas terminavam na altura do tornozelo ou na canela. As formas também não eram tão esmagadoras como antes. Ainda que essencialmente justas, seguiam sutilmente o desenho do corpo feminino. Eram mais românticas do que sexy.

Antes do desfile, a estilista Lolita Hannud falou a ELLE que sua inspiração, na verdade, foi a escola alemã Bauhaus e as obras de artistas cubistas e modernistas, como a brasileira Lygia Pape. Vem daí boa parte dos recortes, por vezes com trabalho de passamanaria ou com faixas de microbabados e bordados brilhantes.

Mas quem rouba a cena são as cores. Em tons intensos e fechados, trazem uma bem-vinda maturidade à moda da label, principalmente quando trabalhados em itens com caimento mais afastado do corpo. Em tempos de moda modesta e de revisão da representação feminina, pode ser um bom caminho para ser explorado pela marca.

 

 

Foto: Reprodução

Fonte: Elle

PUBLICIDADE