PUBLICIDADE

tendência

Home Office e o estilo Comfy nosso de cada dia

Por Paula Castro

Já estamos há quase um ano e meio vivendo uma pandemia que nos obrigou a mudar as formas de viver, uma delas foi assumir o formato home office de trabalho, o que significou passar todas as horas que ficávamos fora, em casa. Isso impactou diversas rotinas, atividades e também influenciou nosso guarda-roupa. Já não é mais necessário sairmos de salto alto ou fazer uma make incrível. Por sua vez, passamos da necessidade de estarmos sempre bem alinhados, para estarmos confortáveis, uma vez que agora nossa estação de trabalho é a nossa casa. Trocamos saltos por chinelos, tênis e roupas estruturadas por peças confortáveis. A palavra de ordem agora é conforto e dela nasceu o COMFY que traz, além da bagagem de conforto, toda as principais tendências traduzidas para este novo universo de estilo.

No comfy, ainda não temos cargas fashionistas embutidas,  tudo é mais leve e discreto. Mesmo assim, ainda enviamos mensagens constantes de estilo, afinal, a cada nova coleção lançada ela vem carregada de informações novas das principais micro tendências propostas e adaptadas do mercado. Mas quais peças são comfy? As principais peças do universo de estilo comfy são: legging, maxi tricôs, blusas e calças de moletom, camisetas, onjuntos, tênis, mules, coturnos, etc.

ACESSÓRIOS
Para dar aquele toque fashion abuse dos acessórios , colares, correntes, brincos grandes, até mesmo de festa, para tornar uma peça totalmente voltada para o conforto em algo super fashionista.

CORES
Para as cores, opte pelas cartelas de tons pastel, cores neutras e mais discretas, elas além de combinarem muito bem entre si e aumentar o número de possibilidades de looks, vão de encontro com questões emocionais de trazer tranquilidade, relaxamento e descanso mental.

Nada impede que você mescle com algumas peças mais vibrantes ou estampadas, isso também vai trazer muitas variações de looks incríveis.

A proposta aqui é priorizar o conforto sem deixar de ter estilo, afinal, quando voltarmos as nossas respectivas rotinas, teremos aprendido novas maneiras de vestir sem culpa ou preocupação.

 

PUBLICIDADE