PUBLICIDADE

Sylvia de Castro

Sylvia Castro: Rio, cidade das artes

Por: Sylvia de Castro
Colaboração: Amaro Leandro

O Art Rio, uma das principais feiras de arte da América Latina, que reúne importantes colecionadores, galerias e artistas e apresenta projetos curatoriais diferenciados, voltou à Marina da Glória e  espalhou arte por todos os cantos da cidade em eventos paralelos que encheram museus e galerias. Anotamos quem passou por lá.

Melissa Jannuzzi

Patrícia Quentel

Joana Nolasco

Edmar Fontoura e Katia Spolavori

Jota e Ademar Brito com Bebel Niemeyer

Liberado Júnior, Mira Felmanas e Amaro Leandro

Vanda Klabin e Diego Cosac

Denise Brenlha, Lucinha Amorim e Ana Paula de Oliveira

Kiki Moretti e David Zylbersztajn

Shirlei Maia

Karina Vasilcovsky e Heckel Verri

Victor Niskier e Maira Duarte

Ana Dale e Oracio

A Comédia Humana

“Bem-vindos ao universo encantado de Sônia Menna Barreto. Hoje é dia de encontrar a arte em seu estado essencial: pesquisa, talento e invenção. Tudo isso temperado com doses generosas de fantasia, de afeto que se espalha por esses objetos repletos de história”, convida Marcus Lontra, que assina a curadoria de “A Comédia Humana”, individual de Sônia Menna Barreto organizada pela Dila Oliveira Galeria, que ocupa duas salas no 3º andar do Centro Cultural dos Correios até 29 de outubro. São 35 obras, entre esculturas e telas.  Sônia Menna Barreto é paulistana e a única brasileira a ter uma obra de arte na Royal Collection. Horário da exposição: de terça a sábado, das 12h às 19h. Entrada franca.

Fotos: Daniel Castelo Branco

Sônia Menna Barreto e Roberto Bertani

Marcus Lontra, Dila Oliveira e Luiz Carlos Ritter

Adriana Lerner

Atos de revolta

A expo “Atos de revolta – Outros imaginários sobre independência”, em que obras de 10 artistas contemporâneos dialogam com objetos do período colonial, reuniu muita gente no MAM, em dia de muita chuva. Em colaboração com o Museu da Independência de Ouro Preto, a mostra propõe uma releitura através de levantes que aconteceram antes ou depois do grito do Ipiranga, como a Inconfidência Mineira, a Revolução Farroupilha e a Revolução Pernambucana. Fotos Murillo Tinoco.

Frances Reynolds e Keyna Eleison

Ana Lyra

Vera Lúcia Souza Brito e Vanda Klabin

34 anos fazendo arte

Exposição relâmpago comemorou os 34 anos da Metara, como parte do roteiro da ArtRio. Seis artistas ocuparam durante três dias os três andares da galeria, na Gamboa, em um charmoso sobrado de 1890. Fotos Vera Donato.

Susi Cantarino

Angela Fragoso Pires e Christiane Manhães

Thyna Mendes e Ricardo Cantarino

O Devir Indígena

O Projeto Respiração começou em 2004 com o objetivo de criar intervenções de arte contemporânea no ambiente de arte clássica da Casa Museu Eva Klabin, criando um contraste entre a arte consagrada do passado e a arte da atualidade. A ideia desta 25a edição foi de permitir um contato direto com a expressão artística dos povos Baniwa e dos Wapichana, com o intuito de lhes dar lugar de fala e de expressão. É o “Devir Indígena”, dos premiados artistas Denilson Baniwa e Gustavo Caboco, com curadoria de Marcio Doctors e Paula Alzugaray, que ocupa a Casa Eva Klabin até 20 de novembro, de quarta a domingo, das 14 às 18h. Fotos Marco Rodrigues.

Jonja e Kitty Assis

Gabriela Machado, Enrica Bernardelli e Maria Klabin

Léa e Israel Klabin, Marcio Doctors e Gustavo Caboco

Paula Alzugaray e Marcos Chaves

Turismo de arte

Numa ação conjunta com a Associação dos Embaixadores de Turismo do Rio de Janeiro, Sérgio Zobaran recebeu, para uma visita intimista de sua galeria, recém aberta no Largo do Boticário, um grupo de convidados especiais. A Gozto, que atualmente sedia uma exposição de Zanini de Zanine foi revisitada com um vin d’honneur e um papo informal. É um novo momento dos Embaixadores do Rio, que passam a organizar pequenos eventos para troca de experiências e divulgação do Rio.

O cônsul da Alemanha Dirk Augustin, Marcia Bahia e Hanna

Bayard Boiteux, Sergio Zobaran e o cônsul do Japão Ken Hashiba

Inabalável

Fernanda Keller, que disputou o Campeonato Mundial de Ironman por 22 anos seguidos, esteve entre as 10 melhores do mundo 14 vezes e fundou projeto de iniciação esportiva no Triathlon para estudantes da rede pública de Niterói, cidade onde nasceu, lançou sua biografia “Inabalável” na Argumento do Leblon.

Fernanda Keller e Fiorella Mattheis

Fernanda entre Vania e José Roberto Marinho

Fernanda e Cynthia Howlet

Fernanda com Flavio Canto

Patrimônio da Música

O projeto Música no Museu, pela lei 7.521 dos vereadores Carlo Caiado, Átila Nunes e Chico Alencar de 12 de setembro deste ano, virou Patrimônio Cultural Imaterial da Cidade do Rio de Janeiro. E o Música no Museu não para. Agora leva a música e os músicos brasileiros para o exterior, comemorando os 200 anos da Independência do Brasil, com apoio de nossas embaixadas. No programa, a pianista Fernanda Canaud toca agora em setembro clássicos brasileiros em Portugal.

No dia 29 de setembro, Harold Emert (oboé), Richard Meek (bassoon), Aleida (piano) interpretam Sigismund von Neukomn no Petit Palais Rothschild, em Viena.

Sérgio Costa e Silva com a comenda que recebeu e o colar de mérito Pedro, o Libertador, dado ao Projeto Música no Museu

Para festejar Nazaré 

As amigas se reuniram para brindar a vida de Nazaré Bichara em almoço descontraído no Chez L’ Ami Martin. Festejar Nazaré.

Cristina Aboim, Nazaré Bichara, Cristina Sobreira, Cerise Carrilho, Daisy Atlan, Gisela Markenson, Vera Bangel, Sylvia Couto Machado e Raquel Schwartz, Ana Helena Lasance, Sylvia de Castro e Orlanda Freire

Nazaré Bichara e Cerise Carrilho

Vera Bangel e Cristina Aboim

Sylvia de Castro e Sylvia Couto Machado

Regina Valle

Ana Helena Lassance, Gisela Markenson, Orlanda Freire e Nazaré