PUBLICIDADE

Sylvia de Castro

Sylvia de Castro: Criança Feliz Dia da Esperança!

Por: Sylvia de Castro

Colaboração: Amaro Leandro

Eles foram a alegria de nossos dias de isolamento. As fotos de seus
rostinhos risonhos deixaram muito mais fácil e bonito esse tempo de
pandemia. Cada vez que as avós corujas postavam nas mídias sociais ou
nos grupos fechados de amigos suas fotos, eles eram o retrato vivo da
esperança de dias melhores. Quem pode duvidar de um futuro maravilhoso feito por essas criaturinhas tão especiais? Daqui há dois dias é o dia especialmente dedicado a elas. Mas o dia das crianças são todos os dias, as tarde, as noites, todos os nossos melhores pensamentos e sonhos. Essa página é para homenagear e principalmente agradecer por terem feito desse ano tão difícil um ano melhor para seus pais, suas avós e todos nós. Feliz dia das crianças. Nosso dia é mais feliz por causa de vocês!

Alexia, filha de Yasmin e Ian, tem quatro anos, mora em São Paulo e é neta de Sueli Lobo Lima. Adora as aulas de natação e ir à praia quando vem ao Rio. Na pandemia, aprendeu a brincar mais sozinha e explorar habilidades como pinturas e desenhos na varanda com a mãe, fazer bolos e cookies, ballet online, e começou a aprender inglês.. Ela também ama ir para a fazenda em Itu brincar com pintinhos, coelhos e cavalinho. Agora no calor, desenvolveu a arte de fazer sorvetes.

Gregório Andrade Mello de Souza, filho de Tatiana e José, e  neto de Sheyla Barros, está com  dois anos. Adora estar pertinho dos pais nesse período e tem curtido a rotina de acordar juntos e tomar café da manhã em família com brincadeiras e muitas risadas. Aprendeu a usar máscara e álcool em gel. Sente falta dos amigos da creche. No período de pandemia, aprendeu a falar tudo, a andar de bicicleta de equilíbrio e de patinete e a pular com os dois pés. Brinca de fazer yoga e cozinhar no final de semana. Chama pela vovó Sheyla, dá abraço e fala “beijinho gostoso”.

Isabela, filha de Eduarda e Jörg, neta de Cintia Ventura Tenório, é uma criança muito feliz, que ama se enfeitar, escolher a roupa que vai usar, sempre alegre e de preferência com brilho. Começou a frequentar escola bilíngue de São Paulo, onde mora, e já estava entendendo Inglês quando as aulas se transformaram em virtuais. Durante a pandemia, conseguiu desbloquear o iPhone da vovó Cíntia e começou a ver o “spiritual”, estória de um lindo cavalo. Adoro fazer bolo, comemorar, tomar sorvete e usar fantasias das princesas. E não sai sem bolsa com seu batom e seu blush.

Arthur, filho de Camila Kern Kotouc  e Frederico Resende Bessa, neto de Raquel Resende, começou as aulas na semana passada, início do ano letivo em Vancouver, Canadá, onde mora. Tem cinco anos e está no kindergarten. nosso CA. É bilíngue fluente e tem tendência para as artes. Adora pintar. No período de isolamento, apreendeu o respeito ao próximo, a empatia e a usar regularmente máscara.

Matteo está com cinco meses e é o bebê mais sorridente do mundo. Celina tem um ano e 10 meses, em tempos de pandemia faz aulas de capoeira e natação com personal que vai em casa, e adora animais. Os pais Stefanno e Camilla tentam educar no método montessoriano, respeitando o tempo de cada um, utilizando a linguagem como ferramenta para transformá-los em pessoas independentes para enfrentar os obstáculos da vida. Vovó Kátia Spolavori preparou um quarto de brinquedos na casa dela, onde ficam todas as quintas-feiras.

Hayes, filho de Emily e Frederico Gilson Padilha, neto de Margaret Padilha, nasceu dia 25 de setembro do ano passado em Nova York. A mãe é americana e o pai carioca, e se conheceram na Faculdade de Stanford quando cursavam Business.O apelido de Hayes na família americana é Garoto de Ipanema. Mas para a vovó Marga, é Reizinho, uma aportuguesada do seu nome. Hayes, que passou metade de sua vida em tempos de pandemia, com a presença dos pais, em home office, full time, é uma criança ativa, esperta, alegre e simpática. Nesses meses, aprendeu a andar e não parou mais. Ficou independente e quer se movimentar o tempo todo.

Bella Matta Caon, um ano e dois meses, filha de Débora e Toigo Caon, neta de Teresinha Matta, é um charme. Parece uma boneca de porcelana.

Isabel Dourado de Gusmão Setembrino, filha de Laura e Luis Fernando Setembrino, neta de Cristina Aboim, tem oito anos, adora canetas, lápis, tinta, gosta de desenhar e também modelar com slime. Vaidosa, ama maquiagem e esmalte de unha. Na pandemia, teve aulas online do colégio o tempo todo, sempre aprendendo coisas novas. E não deixou de ir para o mar pegar onda com o pai, mesmo na quarentena.

Bernardo Aboim, de quatro anos, é filho de Deborah e Carlos Eduardo Aboim, e neto do Cláudio Dutra Aboim, que tem outros dois netos, Pedro e Felipe, que moram em Londres.

Pedro, de 10 anos, e Clara de Paula Pinhel e Sousa, de oito,  filhos de Andrea de Paula Pinhel e de Victor Pereira de Sousa, netos de Ana de Paula, estudam no Leblon e adoram jogar bola, videogame, nadar na piscina da vovó e até surfar e esquiar! Neste período, aprenderam que, com amor e união, podemos ser felizes estando com a nossa família e inventando brincadeiras e jogos em casa mesmo.

Laura e Marina Bichara são gêmeas, têm.quatro anos e estudam e moram em São Paulo. Netas de Na zaré  Bichara, são alucinadas por açaí. Corre no sangue paraense da vovó que ensinou a todos a gostar da fruta. Aprenderam com a babá espanhola a falar espanhol, a rezar e carregar o terço. Gostam de brincar de rima, de ouvir histórias. A prima Alexia Bichara tem 11 anos e mora no Rio. Sua maior paixão é comida japonesa.

Bernardo é filho da Fabiana e José Schottz e neto de Diva Schottz. Gosta de cantar e ouvir histórias.

Seus primos, os irmãos Miguel, de sete anos, e Olívia, de dois anos, filhos de Mila Barreto e Paulo Eduardo Schottz, também netos de Diva, moram em Hong Kong. Miguel adora ler e correr. Olívia, brincar com o irmão e dançar.

Camily, de 13 anos, e Kayky, de nove, filhos de Michele e Sergio Liberado, netos de Eufemia, moram em Santos. Ela ama internet, o Luan Santana, o seu cachorro Bob e estar sempre junto com a família. Quer fazer medicina por amar as pessoas e querer cuidar delas. Ele adora estudar, estar com os amigos, viajar, passear no shopping, ficar grudado com a família. Não vê a hora de tudo passar para que todos voltem a ter uma vida mais junto com quem amamos. Quer ser jornalista.

Meus netos queridos, Carolina, quatro anos, e Rafael, 12, são filhos de Ana Luiza e Carlos Eduardo Siaudzionis e moram em Curitiba. Carolina adora andar de patinete, ir ao shopping, tomar sorvete, roupas, sapatos e laços. Sua última paixão são os Super Heróis. Na quarentena, aprendeu a mandar desenhinhos pelo celular da mamãe para a vovó Sylvia e a falar com as amiguinhas no zoom. Rafael gosta de cozinhar, jogos eletrônicos, comida japonesa e do seu cachorro Bob.

Felipe, o caçulinha, só tem um ano. Pedro, três. Isabela, seis. E Gabriel, o mais velho, nove, completa a escadinha de netos da vovó Tania Carvalho. Felipe e Pedro são filhos de Patrícia. Isabela e Gabriel, de Priscila. Gabriel adora jogar futebol e nadar. Isabela ama dançar. Pedro gosta de brincar com carros. Felipe, por enquanto, prefere mesmo é um colinho.

PUBLICIDADE