PUBLICIDADE

Sylvia de Castro

Sylvia de Castro: O tapete vermelho de Cannes

Por: Sylvia de Castro
Colaboração: Amaro Leandro
Um ano de pandemia depois, Cannes voltou a ser palco do festival de cinema mais cobiçado. É a 74a edição do festival e as estrelas voltam a brilhar no tapete vermelho, ostentando vestidos das grifes mais famosas do mundo. Além dos vestidos, os cabelos chamaram a atenção, com muitas superstars, como Helen Mirren, Jodie Foster e Andie MacDowell, assumindo os cabelos brancos. Sinal dos novos tempos…

Sharon Stone, de Dolce & Gabbana, no gala do Festival

Marina Ruy Barbosa de Valentino

Helen Mirren, Dolce & Gabbana

Bella Hadid, Jean Paul Gaultier

Jessica Chastain, Dior

Marion Cotillard, Chanel

Maggie Gylenhaal, Versace

Jodie Foster, Givenchy

Andie MacDowell, Prada

Las Vegas é aqui!

Os amigos Danilo Sousa, empresário, e Marcelo Meucci, médico, resolveram montar um cassino para festejar juntos seus aniversários. O Condomínio Pedra de Itaúna, na Barra, virou Las Vegas, com direito até a grande show de Sylvinho Blaubalu, que botou todo mundo para dançar.

Os aniversariantes, Marcelo e Danilo, com as esposas, Dani Mauro e Marcelle Vianna, e Serginho Blaublau

O bolo

Marcelo Meuci e Dani Mauro

Daniel Mauro e Débora Máximo

Os desfiles da alta-costura

Uma das mais importantes datas do calendário da moda é a semana da Alta Costura, em que as maisons que fazem parte do Chambre Syndicale de la Haute Couture apresentam suas coleções. Aqui, um pouco do que foi mostrado recentemente nos desfiles do outono-inverno 21/22.

Schiaparelli – o diretor criativo texano Daniel Roseberry brincou com o tema toureiro em looks que exploram o preto, bordados dourados e bijoux gigantescas

Balmain, que não desfilava alta-costura há 53 anos, quando o próprio Cristóbal Balenciaga saiu de cena, voltou com desfile presencial no atelier original da marca, na Avenida George V, totalmente remodelado. Os 63 looks foram numerados para facilitar a escolha. O diretor criativo da marca, Demma Gvasalia, não decepcionou, assim como os chapéus do inglês Philip Treacy. 

Dior abriu a Semana da Moda voltando a fazer um grandioso desfile presencial no Museu Rodin, em tenda com paredes decoradas com estampa criada pela artista parisiense Eva Jospin. Maria Grazia Chiuri, a diretora criativa da Dior, preparou uma coleção inspirada na obra Fios da Vida, da escocesa Claire Hunter, sobre a influência dos tecidos e materiais na história. Para o dia, roupas práticas, muito tweed. Para a noite, transparências, estilo imperial, caudas longas. 
Giorgio Armani Privé usou e abusou do brilho e dos tons de rosa no seu inverno 22, que muito apropriadamente batizou de Shine. Vestidos e saias de babados, organza plissada, tule com bordados e aplicações de cristal. Até os ternos brilhavam com botões de strass.
Jean Paul Gaultier estreou collab com a grife japonesa Sacai, conhecida por quebrar as barreiras entre roupas formais e casuais. Resultado: um mix de referências da história da marca, com formatos largos, arredondados, tecidos soltos, listras, xadrez e jeans, mistura do estilo lingerie com a linha navy. 

A volta do terço

Rezar é preciso e foi com muita alegria que grupo pequeno de amigas retomou as reuniões do terço com padre Geovane, esta semana, em tarde de reencontro, orações e vida que vai voltando ao normal.

Tania Carvalho, Renata Fraga e Sonia Simonsen

Constança Castello Branco e padre Geovane

Janete Sendas e Fofy Luz

Denise Brenlha e Glorisabel Garrido

Aniversários Influentes

Festejar é sempre muito bom, seja a festa grande ou pequena. A alegria é a mesma…

Bella, netinha de Teresinha Matta, uma boneca linda, fez dois aninhos e comemorou com vovó e a Minnie.

Nazaré Bichara preparou a casa lindamente para receber os filhos e netos, que vieram especialmente para comemorar seu aniversário

PUBLICIDADE