PUBLICIDADE

Miriam Freitas

Vem aí, BIPO, série infantil nacional de animação, que estreia dia 3 de abril na TV Brasil

Bipo, série infantil nacional de animação, estreia dia 3 de abril na TV Brasil. Bipo conta a saga de uma trupe circense que se aventura em universos fantásticos na tentativa de levar a arte aos confins da terra. A série é uma produção da Studio 10 Filmes e será exibida na TV Brasil.

Na primeira temporada, Bipo Montezuma, o mágico, Bárbara, a mulher barbada, Máximus, o homem mais forte, Zé, o influencer da trupe e Jhonny, o coelho da cartola; navegam pelos ares na caravana/barco/casa/dirigível em direção a São Januário para mais uma apresentação circense. Acontece que a caravana foi sabotada, e com pouco combustível, são forçados a pousar em Literal do Oeste, uma cidade que não entende o conceito de arte. Como o combustível da caravana é processado por meio de aplausos, a trupe não tem outra opção a não ser conquistar os luteranos e transformar a cidade.

A Studio 10 Filmes, com 16 anos atuando no mercado audiovisual, lança Bipo,  sua primeira animação ficcional, e também a primeira série de animação infantil produzida em Brasília, que foi financiada pelo FSA via Prodav. Com direção de Cristiano Vieira, a primeira temporada contará com 20 episódios, realizados em 2D. A produção levou dois anos e contou com uma equipe de aproximadamente 45 profissionais.

Animados com o lançamento de Bipo, a produtora já desenvolve um spin-off, que vai entrar no universo do coelho falante Johnny e a série pré-escolar Shaÿa e o Espelho. 

Depois da experiência adquirida com a produção da série de animação Bipo, a Studio 10 formata um curso de animação cut-out para jovens em situação de vulnerabilidade em regiões carentes do Distrito Federal. “Mais de 60% da nossa equipe estava fora do DF. Se o trabalho remoto não fosse uma possibilidade, não conseguiríamos entregar a série. Mas estamos otimistas com a possibilidade de oferecer oportunidades a jovens talentos”, finaliza o diretor.  

Sinopse

A bordo de um dirigível que converte aplausos em combustível, Bipo Montezuma e sua trupe viajam o mundo levando a arte do circo, até que chegam em Literal do Oeste, uma cidade extremamente burocrática que não entende o conceito de arte, muito menos de aplausos. 

Universo de Bipo

A caravana é uma espécie de dirigível onde a trupe mora, viaja e se apresenta. Ao ser construída séculos atrás, pelo pai de Bipo, o mago Salvador Montezuma, foi equipada com um dispositivo que converte aplausos em combustível, tornando os shows do circo cruciais para sua manutenção. 

Quando o combustível acaba, Bipo decide pousar em Literal do Oeste. O que ele não sabia, é que a cidade é liderada por uma inteligência artificial chamada “Instrutora”, que por ser um sistema e não compreender abstrações, controla a cidade a transformou em algo extremamente sistemático, burocrático e repetitivo. As leis desconsideram qualquer manifestação artística ou sentimental.

 Ficha técnica:

Criação: JULIET JONES

Direção: CRISTIANO VIEIRA

Direção de arte: RUAN BRUNO

Desenho de personagens: PEDRO HAMDAM

Direção de elenco e voz original: MELISSA GARCIA

Produção musical: SUBMARINO FANTÁSTICO

Elenco

NIZO NETO, VICTOR HUGO FERNANDES, SARITO RODRIGUES, DOUGLAS BARBOSA. 

LUCIANA RAMANZINI, JV FIORI, ROBERTO RODRIGUES

 

Por: Míriam Freitas