PUBLICIDADE

mulher do dia

A carreira empresarial de Patricia Pinheiro

Patrícia Pinheiro

O mundo, diariamente, passa por transformações e os meios digitais, com a invenção de plataformas, úteis para trabalho, estudos ou lazer, são fatores responsáveis. Tais mudanças migraram, também, para o setor empresarial. Atualmente, a participação das mulheres, nesse, chega a 57% (cinquenta e sete por cento), enquanto as Microempreendedores Individuais (MEIs), a 48% (quarenta e oito por cento). Dados relatados pelo GEM (2020). Patrícia Pinheiro faz parte desta estatística. Ela é dona, entre outros empreendimentos, da Padaria Armazém Real.

Carreira. Patricia relembra que a escolha profissional veio quando ainda era criança e sonhava ter o seu próprio negócio. “Eu nunca, em nenhum minuto, desisti dos meus sonhos. Hoje, percebo que tudo o que vivi, valeu à pena! Cada luta, cada persistência, cada NÃO das pessoas. Sou muito grata a Deus!”.

Tecnologia. Segundo ela, é muito mais fácil ter engajamento com os clientes. “É uma forma de eu me conectar com eles. E ao lado do meu marido, Marcelo, empresário, facilita demais! A gente se ajuda e eu, só aprendo!”.

Mulher empresária. Menciona que o maior desafio é que a sociedade as enxergue com a mesma capacidade que o homem tem para comandar uma empresa. “Não é uma questão de gênero e sim de habilidade e, principalmente, de dedicação. Eu vejo como uma função bastante complexa, no entanto, gratificante. Quanto a lidar com o preconceito, sigo o meu caminho! O que vale é o meu trabalho!”.

Pandemia. Declara que o momento foi tenso. Todavia, com a ajuda do marido e dos avanços tecnológicos, conseguiram outros meios para se comunicar com as pessoas. “As redes sociais nos ajudaram muito! Muito! Entendi que todos os dias, precisamos nos reinventar!”.

Atrair clientes. “Precisamos, inicialmente, atender às verdadeiras demandas. Planejamento. Mas será que é, exatamente, isso que o meu cliente quer? Pensamos neles, acima de tudo! E mais que isso: ouvir a opinião deles e aceitar sugestões. Costumo dizer que somos um todo. Não se monta um negócio sozinho!”.

PUBLICIDADE