PUBLICIDADE

5.0 - MODApassarelatemporadastendência

Confira como foram os desfiles do terceiro dia da SPFW N43

Mais um dia de São Paulo Fashion Week! Ontem, (15), os desfiles ficaram por conta de Giuliana Romano, Isabela Capeto, Memo, a estreante Fabiana Milazzo que teve a top Isabeli Fontana arrasando na passarela, Apartamento 03 e Ellis 2nd Floor. O que mais se comentou foi o quanto as marcas estão priorizando sua identidade e deixando de lado o conceito de tendência, dando maior espaço para grifes pequenas e seletas. Confira aqui os destaques do terceiro dia (por ordem de apresentação)!

  1. Giuliana Romanno (11h – Decameron – Al. Gabriel Monteiro da Silva, 2136)

O primeiro desfile do dia exemplifica bem essa tendência minimalista. Giuliana Romanno é uma grife bastante seleta, atendendo apenas a elite paulista. A estilista apresentou uma coleção bastante minimalista, que é a sua marca registrada. Os destaques foram as calças de alfaiataria, maxicoletes, maxiparkas e camisas de seda. Para a noite, a estilista trouxe tecidos metalizados e bastante finos. Toda a coleção imprime sua identidade, trazendo o máximo da elegância moderna, desejada por seu público-alvo. O look mais apreciado foi a combinação de calça preta e camisa branca que, apesar de básico, é o que conta a história da grife.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Francisco Cepeda

  1. Isabela Capeto (15h30min – Espaço Niemeyer – Bienal)

Brasilidade pura define o desfile dessa grife. A estilista que dá o nome à marca trouxe influências do Cariri cearense, onde ela esteve nove vezes ano passado, para compor seus looks. O regionalismo e as tradições culturais estavam presentes em todas as peças e, principalmente, no penteado das modelos. O bordado artesanal foi um dos grandes destaques, principalmente a jaqueta de couro rosa com apliques, que foi escolhida como a melhor peça do desfile. O floral impactante, que fazia alusão à chita, foi explorado ao lado de um poá delicado em saia e vestidos, fazendo um belo contraste.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Francisco Cepeda

  1. Memo (16h30min – Sala Oca – Bienal)

A marca, por ser especializada em roupas de academia, aproveitou desses tecidos tecnológicos para essa coleção. Os estilistas da grife contaram com a parceria da estilista Lilly Sarti, que mostrou sua coleção no primeiro dia de SPFW N43. O sportswear foi maioria no desfile, mas com toques diferenciados como joggins (conjuntos esportivos) combinados com babados e saias longas de moletom. A atriz Giovanna Ewbank e a modelo Renata Kuerten abrilhantaram o desfile.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Francisco Cepeda

  1. Fabiana Milazzo (17h30min – Espaço Niemeyer – Bienal)

A estreante do dia, Fabiana Milazzo, usou das influências do Brasil para compor sua coleção, assim como Isabela Capeto. Especializada em moda festa, a estilista mineira investiu no trabalho de artesãos de Minas Gerais para desenvolver suas peças de desenhos orgânicos e inspirados em símbolos das cidades histórias de seu estado. O destaque da coleção ficou por conta da sequência de vestidos off white com aplicações e a peça-chave para alguns sylists foi o vestido longo com estampas geométricas. A top Isabeli Fontana mostrou toda sua sensualidade e experiência na passarela.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Francisco Cepeda

  1. Apartamento 03 (18h30min – Sala Oca – Bienal)

Os bordados e as peças de roupas duplicadas marcaram a coleção assinada por Luiz Cláudio. Vestidos com mangas, blazers costurados aos vestidos e lapelas de fraque nas parcas imprimem a característica do estilista, que usou a máxima de que separar, juntar e recortar pedaços avulsos critica a as visões extremadas que vemos hoje em dia. Foi um dos poucos que mostrou uma forte tendência em seu desfile, dando vez ao veludo molhado, aparecendo em três cores diferentes: preto, marinho e cobre. Nada mais fasion e atual.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Francisco Cepeda

  1. Ellus 2nd Floor (21h – Sala Oca – Bienal)

Fechando o terceiro dia de desfiles, a coleção da marca assinada por Thiago Marcon trouxe, assim como ano passado, a temática dos quadrinhos para a passarela. Este ano, a estética foi inspirada na “Mulher Maravilha” (ano passado, havia sido o Batman, ambos da DC). As referências estavam nas aplicações de estrelas e insígnias militares nos acessórios e moletons, bem como o nome da super-heroína nas mangas de algumas peças.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Francisco Cepeda

PUBLICIDADE