PUBLICIDADE

clipping

Ju Nogueira, rainha dos babados do Youtube conta como é trabalhar e inovar na internet

Por Luana Magalhães

Uma das grandes influenciadoras do mundo da internet atual é o destaque de hoje: Ju Nogueira! Com mais de 827 mil inscritos em seu canal ‘Já Contei?’, Ju inova ao falar de celebridades do Youtube e conta para o público os maiores babados desse mundo. Além de informar, ela ainda entretém com muito carisma e claro, com ética.

Na entrevista concedida a nós, Ju conta como concilia a vida de mãe e de youtuber, além de explicar como é o trabalho por trás das câmeras na internet. Do início do canal até os dias de hoje, Ju Nogueira conta tudo sobre inovação na plataforma de vídeos e na maneira de fazer jornalismo. Isso e muito mais sobre o mundo do ‘Já Contei?’, você confere na entrevista a seguir.

Ju, “vamos começar pelo início”. Sei que, quando surgiu o “Já Contei”, você falava sobre maquiagem, né? Me conta o porquê de você ter mudado o estilo do canal. Aliás, isso já faz quanto tempo?  

Quando comecei no YouTube em 2014 foi para me divertir, dividir o que eu gostava de consumir e fazer amigos. Um ano depois eu engravidei e passei a consumir ainda mais o conteúdo que realmente me prendia: celebridades e sua vida pessoal, projetos, polêmicas e tretas.

Vendo isso me dei conta que eu, apaixonada pelo mundo digital, sabia tudo das blogueiras, suas brigas, suas tretas, fim de casamento, início e fim de amizades. Sabia absolutamente tudo porque estava sempre antenada, nisso me dei conta que muitos internautas ficavam perdidos nas histórias e questionavam nos comentários. Foi assim, que em uma noite de insônia, o ‘Já contei?’ nasceu e em março de 2015 virou oficialmente o ‘Já contei?’ Um canal voltado para tudo que movimenta as redes sociais focado principalmente em influencers.

O sucesso na internet não nasce do dia para a noite. A não ser que seja algo do tipo viral. Quais foram as dificuldades que você enfrentou no início?  

O ‘Já contei?’ Demorou para se tornar o formato que tem hoje, aliás todos os dias eu melhoro um pouco, dou uma ajustada, invisto em equipamentos e treinamentos. Mas as dificuldades como a barreira inicial do mercado e a aceitação da proposta do canal (falar sobre e não falar bem ou mal, tem a imparcialidade como marca fundamental) foi a maior dificuldade. Me posicionar como fonte de notícias e ter credibilidade por isso foi meu maior desafio.

Hoje você já está 827 mil inscritos! Quando se deu conta de que a sua empreitada, realmente, estava dando certo?

Quando passei a ser reconhecida pela própria plataforma do YouTube, ser reconhecida em festas, eventos e até na rua me fez perceber o alcance que o canal tem.

Como funciona a apuração das notícias dos Youtubers e digital influencers? Você conta com fontes, por exemplo?

As pautas do canal são geralmente o conteúdo gerado pelos próprios influencers. Hoje 90% eu apuro olhando as redes sociais, mas os seguidores também ajudam bastante.

Com o tempo já sabemos quem ou o que tem mais tendência de render pauta, mas é um trabalho diário e bem extenso.

Quais são os youtubers que você considera mais polêmicos e por quê?  

Bom, isso é bem de fases, mas algumas pessoas geram sim mais cliques, não exatamente por serem polêmicos, mas por engajarem, pelos internautas gostarem de saber mais sobre aquela pessoa.

Diva depressão, Niina SECRETS são ótimos exemplos de conteúdos que tendem muitos cliques mas não são exatamente polêmicos.

Já Franciny ehlke e Mari Maria, por exemplo é a amizade das duas rendeu bastante polêmica por um período.

Você já foi censurada por alguma notícia que deu? Aliás… pode falar sobre isso?

Sim, eu já fui impedida de falar apenas um nome. Fui citada extra judicialmente, mas atualmente boa parte da internet já se deu conta de quem seria. Já tentei contato para reavaliar, mas sem sucesso.

Já teve algum babado que você soube e, por medo do que isso poderia representar para o Youtuber, desistiu de dar a notícia?  

Todos os dias (risos). Diariamente recebo alguns furos que não rendem uma pauta justa digamos assim, como gravidez antes da mãe anunciar, problemas familiares que envolvem terceiros não famosos, coisas desse tipo.

Ju, é inegável que você já deve ter milhares de fãs. Como é poder receber o carinho destas pessoas? Você se sente famosa?  

Eu não me considero famosa, acredito que sou conhecida entre as pessoas que gostam de consumir esse conteúdo e sou grata a cada uma delas.  Amo encontrar pessoas e recebe esse carinho pessoalmente é surreal! Parece clichê, mas é incrível.

Você sentiu que outras pessoas no “offline”, começaram a se aproximar de você depois que começou a ficar popular na internet?

Até antes do canal ter tanto alcance isso já acontecia, mas acredito mais que alguns influs acabam se aproximando em alguma tentativa de abafar possíveis confusões, ou até mesmo receber informações de bastidores. Mas hoje eu já sei filtrar isso.

O Youtube passou por muitas mudanças desde o início da sua rede. Muitos reclamam que a rede social não entrega os vídeos para todos os usuários. Como você enxerga esta questão? Acredita que outras redes sociais, ainda que distintas, possam ajudar na divulgação dos canais?  

Acredito que a plataforma mudou muito, o alcance não é mais o que foi um dia. Porém, nós que estamos dentro da plataforma, entendemos e sabemos como devemos agir para que ela trabalhe ao nosso favor. Eu acho que hoje a dedicação para o Youtube tem que ser muito grande, a entrega tem que ser muito maior. Antigamente, um vídeo por semana era o suficiente, hoje isso não é o bastante. Acredito que o Youtube mudou, mas o criador de conteúdo também mudou e entrega muito mais conteúdo. Isso influencia diretamente no alcance dos vídeos. Os usuários reclamam que o Youtube não notifica os novos vídeos, mas entendo que esse número também não é tão significativo. 

Quais são os Youtubers que você tem uma admiração maior? Você já gravou entrevistas com diversos deles. Qual foi aquele em que lhe deixou mais emocionada?  

Eu felizmente já tive oportunidade de entrevistar muitas pessoas e sou próxima de muitas delas. Uma das minhas maiores inspirações por conta da irreverência, a originalidade e autenticidade de conteúdo é o canal ‘Diva Depressão’. Na questão do profissionalismo, na dedicação total ao trabalho é sem dúvidas o ‘Niina SECRETS’.

Tu tens uma filhinha linda! Se um dia, ainda na infância, ela pedisse para ter um canal… tu deixarias? Como vê a questão de crianças que estão ficando famosas na internet?  

Minha filha ama as câmeras. Isso é muito natural, pois ela me vê fazer isso desde que nasceu. Se ela realmente quisesse ter um canal, eu deixaria, mas com uma supervisão muito forte em cima. Internet é um ambiente muito legal, mas nem sempre é saudável.

Falando em família… como você concilia a sua rotina de mãe, esposa e youtuber?  

Então, é bem corrido mesmo! Mas eu sou extremamente metódica e dedicada, então tenho uma rotina bem estabelecida para que no final do dia de tudo certo. Claro que tem dias que não dá não (risos), mas eu sou muito feliz em todas essas funções.

Atualmente eu toco tudo sozinha, todas as atividades do canal eu faço sozinha, a Lu vai para a escola o que ajuda na rotina. Mas com organização e fé tudo termina certo no final do dia.

Pretende fazer alguma festa ou ação quando completar 1 milhão de inscritos (Acreditamos que deves receber muito esta pergunta, risos)? 

Eu ainda não pensei sobre isso, mas uma festa exige muito planejamento e tempo, o que eu realmente não tenho no momento.

Acredito que a comemoração pode ser um conteúdo incrível é original no YouTube para os inscritos! Acho que seria incrível.

Qual é a mensagem que você deixa para quem quer começar a gravar vídeos nesta rede social?

Trabalhar na internet é um trabalho como qualquer outro. É necessário escolher um tema, focar e se dedicar muito. Trabalhar com internet nos dias de hoje é ter muita persistência, porque a oferta é imensa. Então a dica é buscar ser diferente naquilo que você gosta, pensar em apresentar algo que ninguém nunca fez e tentar se encaixar com muita, mas muita persistência. É um dos mercados mais competitivos e difíceis de entrar, mas ainda há espaço para muita gente dar certo. Sempre surgem muitos talentos todos os dias e essa é uma parte incrível da internet!