PUBLICIDADE

viagem

Empresário Leandro D’ Kessadjikian lista lugares para conhecer após a pandemia

Fã de viagens, o empresário acredita que o setor de turismo vai demorar a ser normalizado após a pandemia do coronavírus

Um dos setores que mais foram afetados pela pandemia do coronavírus foi o de turismo. Os profissionais do ramo sofrem no bolso, mas os turistas e fãs de viagens sentem o impacto emocional por não saberem quando poderão conhecer o próximo destino.

O empresário e influenciador Leandro D’ Kessadjikian costumava viajar pelo menos uma vez ao ano com sua família até surgir a crise sanitária da covid-19. Ele acredita que, após a pandemia, algumas atrações vão ser mais procuradas do que outras.

“Os turistas vão querer frequentar locais que estavam fechados. Eu indicaria os parques da Disney, um cruzeiro pelo Alaska e Dubai, que são experiências incríveis para toda a família.”

Na sua lista de cidades visitadas, ele cita para quais viajaria novamente. “Orlando, Nova York e Los Angeles, sem dúvidas. Em minha visão, os Estados Unidos são um exemplo a ser seguido pela organização, modernidade e desenvolvimento socioeconômico”, diz.

Leandro também revela quais quer conhecer pela primeira vez. “Como sou cristão, adoraria explorar Jerusalém, para compreender a trajetória de Jesus, e Petra, na Jordânia.”

Como consumidor, ele comenta as expectativas para o setor na pós-pandemia.

“Em minha visão, o setor de turismo está vivendo uma demanda retraída. Muitos querem viajar, mas ainda estão com medo. Creio que a procura vai aumentar quando o público sentir mais segurança e isso só vai ser possível a partir da vacinação em massa”, defende.

“Enxergo também que o ramo vai crescer gradativamente e não em um ritmo tão acelerado, porque o mundo mudou. Foi algo semelhante ao que aconteceu com a queda das Torres Gêmeas, no 11 de setembro”, aponta. “Acredito que teremos que apresentar, por exemplo, um passaporte de vacinação para entrar em determinados países, precisaremos usar máscaras nos voos por muitos anos e várias outras práticas que irão fazer parte do ‘novo normal’.”

Ainda que o turismo demore certo tempo para ser normalizado, Leandro não vê a hora da pandemia acabar para voltar a conhecer novos lugares.

“A melhor parte de viajar é conhecer a cultura, os pratos típicos, as pessoas, os pontos turísticos, isso sem contar com a vida noturna típica de cada país ou até mesmo regiões do Brasil”, completa.

PUBLICIDADE