PUBLICIDADE

1.0 - FAMOSOS

Entenda: Brad Pitt é acusado de estelionato em processo de R$ 560 mil

O ator Brad Pitt está sendo processado em US$ 100 mil, cerca de R$ 560 mil, por uma mulher que o acusa de estelionato. Kelli Christina alega que o astro de Hollywood teria recebido US$ 40 mil (R$ 224 mil) dela em doações para a caridade, em troca de comparecer a eventos. Ele, porém, não teria cumprido com o combinado.

De acordo com processo obtido pelo Daily Mail, a presidente de uma empresa de cuidados médicos teria dado o valor para o galã fazer cinco aparições em eventos que ela organizou para a ONG Make it Right Foundation, criada pelo próprio Pitt. A organização constrói novos lares para as vítimas do Furacão Katrina, que assolou New Orleans no ano de 2005.

Kelli declarou que o ator sempre dava desculpas para não comparecer aos eventos, prometendo aparecer em uma “próxima vez”. Ela ainda afirma que sua relação com Brad evoluiu para além de trabalho e “houve até conversas sobre casamento entre os dois”.

“Em 2018, a requerente Kelli Christina foi abordada por Brad Pitt com propósitos de arrecadar fundos para a Fundação Make it Right, uma caridade que beneficia as vítimas do Furacão Katrina. Kelli foi persuadida pela apresentação de Brad Pitt da suposta digna causa. Eles, então, entraram em um acordo com termos e condições específicas”, descreve o processo.

Para aparecer no evento, segundo acordo entre os dois, Brad receberia US$ 40 mil em troca: “A presença de Brad Pitt nos eventos era chave para que as doações fossem feitas pelos convidados e era parte do acordo entre eles”, completa o documento.

Vítima de golpe

Kelli ainda diz que depositou dinheiro em diferentes contas do ator, afirmando serem de diferentes pessoas da organização. Ela declara que não sabe se o dinheiro chegou até as vítimas do Furacão.

Ao Daily Mail, fontes próximas à situação afirmam que Kelli foi vítima de um golpe por parte do ator: “Esse é um triste caso de alguém que foi vítima de uma pessoa que fingiu on-line ser uma celebridade que não tinha nada a ver com a situação”.

Defesa

Na última segunda-feira (5/10), a defesa do ator rebateu as acusações da mulher, concordando com a versão que ela teria sofrido um golpe.

“Nem as entidades da Make it Right, nem o Sr. Pitt entraram em um acordo com a requerente. Ao invés disso, como ela mesma reconhece, parece que as comunicações dela sobre qualquer acordo foram com um ou mais indivíduos ilegalmente se passando – mas de nenhuma forma afiliado com – o Réu on-line”, diz o documento divulgado pelo Daily Mail.

Por: Metrópoles

PUBLICIDADE