PUBLICIDADE

4.0 - MANUALsaúde

A importância da vitamina D para a saúde

A Vitamina D ganhou status de ser uma das substâncias mais importantes para a saúde por sua grande importância para o funcionamento cardiovascular, imunológico, memória, muscular e reprodutivo.

A vitamina D na verdade atua como um hormônio no corpo. Isso se olharmos pela ótica de que as vitaminas não são sintetizadas no organismo e são conseguidas por meio da alimentação. “A vitamina D, pelo contrário, é sintetizada (ativada) pelo organismo humano a partir dos alimentos ingeridos, sendo por isso, classificadas na categoria “hormônios”. Ela vem de duas fontes principais: dieta e exposição ao sol (como ela será ativada)”, explica a médica endocrinologista.

A principal fonte de vitamina D na alimentação vem do ergocalciferol, presente nos cogumelos, como por exemplo aqueles cogumelos grandes, os portobelos. “E das fontes de colecalciferol que são: peixes de águas frias – como atum e salmão. Fígado bovino e óleo de fígado de bacalhau também entram na lista” , completa.

Para produzirmos a vitamina D precisamos da exposição da pele ao sol, sem proteção, aos raios UvB presentes nos horários entre 10-16hrs. “Nesse horário não há nível de exposição solar segura, principalmente no verão , já que pode trazer problemas como envelhecimento precoce e câncer”.

Além disso, fatores individuais como peso e genética podem fazer com que a exposição solar não seja eficaz na ativação da vitamina D no corpo. Isto é, mesmo com a exposição ao sol, você pode não atingir concentração adequada no sangue.Resultado de imagem para vitamina d

O que fazer então? Tomar sol, se proteger? Tomar vitamina D?

A doutora recomenda tomar 15 minutos de sol antes das 10 e após as 16 horas. Sempre se proteger com roupa e protetor solar fora desse horário. Consumir os alimentos ricos em vitamina D e avaliar com seu endocrinologista a necessidade de suplementação desse hormônio. A dose deve ser calculada para cada pessoa de acordo com doenças e riscos associados, mas não se recomenda manter valores muito altos de vitamina D no sangue.

 

Fonte: Dra. Juliana GarciaEndocrinologista e Clínica Geral.

Foto: Reprodução

PUBLICIDADE