PUBLICIDADE

Miriam Freitas

Réveillon, melhores locais para passar o ano novo na Europa e curtir as tradições

Quem está acostumado a passar o Ano-Novo no Brasil, na beira da praia e com os pés na areia, vive uma experiência completamente diferente na Europa. Que tal curtir o Réveillon europeu com temperaturas abaixo de zero e muita neve?

Se você está esperando festas que vão até o amanhecer, pessoas de branco e um show de fogos de artifício, talvez não seja a melhor escolha passar o ano novo na Europa. Dezembro é um mês frio e chuvoso no continente e não é comum uma tradição tão festiva na rua na virada do ano como acontece no Brasil. Porém, algumas cidades prometem ter grandes atrações na noite de réveillon e também existem costumes muito peculiares em determinados países.

Saiba um pouco mais sobre o ano novo na Europa, quais são consideradas as melhores cidades para se passar e se divirta com a curiosa cultura de alguns lugares.

Como é comemorado o ano novo na Europa?

O ano novo na Europa não é tão animado quanto no Brasil. Afinal, se tem coisa que o brasileiro sabe fazer, é festejar. Além disso, estamos no verão na passagem de ano, o que ajuda muito na animação. Apesar da festa não ser tão parecida com a brasileira, as cidades grandes ou turísticas da Europa costumam ter festas em lugares públicos e shows de fogos de artifício. Porém, a maior parte das festas acontece em locais fechados, como em pubs e restaurantes.

O programa clássico de um ano novo na Europa, inclusive para os turistas, é jantar em algum restaurante e depois da meia-noite, ir dormir. Mas também é possível assistir à queima de fogos nos pontos turísticos, se aquecendo do frio no meio da multidão.

Pode ser um pouco difícil encontrar lugares para comemorar a virada na Europa. As grandes capitais sempre têm festas privadas, mas é algo mais voltado para os locais. Caso seja do seu interesse participar de uma delas, vale se planejar com antecedência. Os hotéis de redes famosas costumam ter algo planejado em seus restaurantes. Os preços geralmente são altos. Mas, com certeza vale a pena.

É importante saber que a festa de ano novo na Europa acaba cedo. Mesmo as festas que acontecem depois da virada, não costumam ir até de manhã, na maioria dos casos. Mas, mesmo não tendo uma noite cheia de festas, sempre terá o dia seguinte para aproveitar a viagem e curtir.

Ilha da Madeira em Portugal

Desde 2006, o show de fogos que acontece no Porto de Funchal, na Ilha da Madeira, é considerado a maior exibição de fogos de artifício do mundo pelo Guinness Book. O céu fica repleto de luzes que também decoram o anfiteatro do porto, dando um toque ainda mais belo a um espetáculo único no mundo. Além do lugar ser lindo, vale a pena passar a virada para assistir este show.

Londres na Inglaterra

 É um ótimo destino para comemorar o ano novo. 

Londres é uma cidade bastante festiva na virada do ano e acontecem festas por todos os cantos. Mas a grande concentração de pessoas é nos arredores do Parlamento. Um dos lugares mais badalados e privilegiados quando falamos de festa de réveillon na cidade é o 28º andar da Torre Millbank de Londres, que possui uma vista de 360 graus da capital

Edimburgo na Escócia

A Edimburgo Hogmanay é uma das maiores celebrações de ano novo no mundo. A festa tem início em 30 de dezembro com a Torchlight Procession, quando milhares de tochas são acesas e fazem uma imagem incrível que vai da Royal Mile até o Calton Hill. A virada acontece na Prices Street, tendo o Castelo de Edimburgo como pano de fundo. Aproximadamente 80 mil pessoas celebram com música ao vivo, comida, bebida e entretenimento, enquanto esperam os fogos à meia noite.

Porto em Portugal

Existem diversas festas no réveillon do Porto, algumas abertas e outras fechadas. A maior delas acontecem na Avenida dos Aliados, em frente à prefeitura do Porto. As pessoas se reúnem para curtir os shows e os fogos da virada. Da mesma forma que Londres e Paris, é possível passar a virada em um barco que oferece até bebidas e comidas aos passageiros.

Praga na República Checa

Localizada no coração da Europa, Praga é considerada uma das cidades mais bonitas do mundo. Na época do Natal e réveillon, ela fica ainda mais charmosa, com muitas luzes e deliciosos mercados de Natal. No ano novo, acontece um show de fogos no Parque Letná, que é visto das pontes ou margens do rio Moldava e de cruzeiros que rodam pela noite.

Veneza na Itália

Um dos destinos mais desejados da Itália e do mundo, Veneza também atrai viajantes que desejam curtir o réveillon. A festa que acontece na Piazza San Marco e é chamada de “White Venice Capodanno a Venezia”. Trata-se de um tradicional evento de máscaras na cidade. O show de fogos ocorre em um local próximo, na Riva degli Schiavoni, que é a orla mais movimentada de Veneza.

Conheça algumas tradições peculiares ligadas ao ano novo na Europa em diferentes países do continente

As 12 uvas na Espanha

A tradição espanhola indica comer 12 uvas, acompanhando as 12 badaladas do relógio à meia-noite. Aquele que conseguir comer todas, vai ter sorte e prosperidade no ano novo. A origem deste costume é controversa e alguns dizem que vem de vinicultores de Alicante, que em 1909 repartiram a colheita excedente neste período.

Outra teoria diz que a origem vem das 12 uvas aos Hebreus, que davam aos seus convidados no fim do ano uma uva para cada hora que passavam juntos.

O porco na Alemanha

O porco é conhecido como o símbolo da sorte na Alemanha e é tradição presentear amigos com porquinhos feitos de marzipã, chocolate ou até porcelana na noite do réveillon. Os antigos povos germânicos consideram ter porcos um sinal de status e, por isso, com o passar do tempo, eles passaram a simbolizar fertilidade e riqueza.

No fim do ano, é comum encontrar porquinhos à venda em lojas e supermercados e até existe a expressão “Schwein haben” (algo ao pé da letra como ter porco) que quer dizer “ter sorte”.

Pé direito na Grécia e Escócia

Na Grécia e Escócia, começar o ano com o pé direito é uma tradição antiga. A primeira pessoa que pisar na sua casa no ano novo poderá trazer sorte ou azar. Os parentes e amigos devem entrar primeiro, sempre com o pé direito e nunca devem ter as mãos vazias.

Fazendo um pedido na Rússia

Para seus sonhos se concretizarem, os russos acreditam que devem seguir uma antiga e estranha tradição. Eles fazem um pedido, escrevem em um papel e depois o queimam. Em seguida, colocam as cinzas em uma taça de champanhe e a bebem junto com o líquido.

Pulando a ponte na Itália

No dia 1º de janeiro em Roma, os corajosos se arriscam pulando a Ponte de Santo Ângelo, onde fica o Rio Tibre. O salto é muito arriscado, já que o rio é raso demais para mergulhos deste tipo. Além disso, estamos falando do inverno, quando a água é bastante fria.

O primeiro salto foi feito em 1946 e muitos italianos vão ao local apenas para observar os saltos. Para quem os faz, o mergulho é uma forma de atrair boa sorte.

Pulando cadeiras na Dinamarca

Quando é meia-noite no dia 31 de dezembro, os dinamarqueses têm o costume de subir e pular de cadeiras, acreditando que vão banir maus espíritos e trazer boa sorte. Eles também quebram pratos nas portas dos amigos como uma prova de lealdade. Por isso, ter uma grande quantidade de cacos em frente à casa mostra que o morador possui muitos amigos.

Mergulhos gelados na Holanda

Em determinadas cidades holandesas, são acesas fogueiras públicas para queimar as árvores de Natal. Também são organizados mergulhos em lagos, canais e no Mar do Norte. Estes eventos são televisionados e os participantes são admirados pela população, pois nessa época o país tem temperaturas negativas.

A tradicional parada em Londres

No primeiro dia do ano, acontece a tradicional “London New Year Parade”. No desfile, há a participação de artistas de vários países, que fazem números de dança, acrobacias e diferentes performances. Uma multidão vai para as ruas assistir à parada na capital inglesa.             

A sorte do novo ano na Áustria

Na Áustria, existe o costume de usar o chumbo para adivinhar o que vem no próximo ano. À meia noite, eles jogam chumbo derretido em uma tigela com água e observam as figuras que se formam. Caso forme uma bola, significa boa sorte. Já uma âncora, quer dizer que a pessoa vai precisar de ajuda no ano seguinte. O formato de cruz pode significar uma morte no próximo ano.

Se você estiver na Europa com o friozinho do inverno, aproveite para celebrar o novo ano recheado de tradições europeias e muita alegria.

Feliz 2023!!! Gratidão aos nossos leitores e o desejo de um ano novo com muitas viagens e celebrações pela vida!!!