PUBLICIDADE

carreira

Influenciadora Clara Phileto reflete sobre mudanças na sua relação com a moda durante a pandemia: “Não mudou apenas a maneira de vestir, mas também a de consumir”

Clara Phileto, desde muito nova, teve uma relação muito íntima com o universo da moda. Começou a trabalhar aos três anos de idade como modelo e desde então teve muito acesso ao mundo fashion. Hoje, aos 28 anos, a advogada e influenciadora baiana reflete como a pandemia mudou o seu comportamento em relação à moda.

“A pandemia trouxe uma série de mudanças no cotidiano da humanidade. Hoje, com mais de um ano vivendo com a presença desse vírus, consigo enxergar o quanto ele impactou a minha relação com a moda. No começo, senti que era uma mudança de estilo e que os outfits confortáveis estavam sempre ocupando o espaço de look do dia. Mas, de uns tempos pra cá, conclui-se que de fato ocorreu um impacto nesse período foi o comportamento em relação à moda”, pontuou.

“Antes da pandemia, já estava inserindo o consumo consciente no meu lifestyle. Mas nesse contexto atual, percebi que essa era a forma mais responsável de me relacionar com a moda e seria o momento ideal para colocá-la em prática”, continuou a influenciadora.

Ela revelou que, além do consumo consciente, também passou a se preocupar com o processo das marcas que estava usando e principalmente as com que estava fazendo parcerias.

“Passei a me preocupar muito mais com o processo de cada uma das marcas que estava usando, como as empresas que forneciam as minhas peças estavam tratando os seus funcionários nesse período. Em relação à publicidade também. Comecei a questionar os meus contratantes e como estava a situação dos seus colaboradores durante essa crise sanitaria”, falou Clara.

A influenciadora também comentou que tem usado as suas redes sociais para levar essa reflexão para as suas seguidoras.

“Nas redes sociais, tenho buscado também falar sobre a importância de praticar o consumo consciente. Ao assumir o papel de influenciadora, é necessário entender a responsabilidade que esse ‘cargo’ ocupa”, finalizou.

PUBLICIDADE