zapping

#JuntasporValéria: Advogada é algemada durante audiência no Rio

A Ordem de Advogados Brasileiros do estado do Rio vai entrar com ação no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra a juíza leiga que mandou algemar a advogada Valéria dos Santos. O caso aconteceu no 3º Juizado Especial Cível de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. As duas se desentenderam durante uma audiência e discutiram, o que levou a juíza mandar prender a advogada.

“A advogada defendia a ré, que estava sentada ao seu lado, quando a juíza leiga deu por encerrada a audiência, sem acessar e impugnar os pontos da contestação do réu. Como a advogada se negou a encerrar a sessão, a juíza ordenou que ela se ausentasse da sala. Valéria afirmou que não deixaria a audiência sem a presença de um representante da OAB, visto que seu pedido não foi apreciado. A magistrada solicitou aos policiais, que faziam a segurança do órgão, a retirada da advogada”, informou a nota da Ordem.

A discussão entre as duas foi registrada em vídeos. Essas imagens mostrando a juíza leiga afirmando que queria acabar a audiência, mas Valéria afirmou que ainda não tinha terminado o trabalho dela e feito as contestações do caso.

“Não, não encerrou nada. Não encerrou nada”, afirmou Valéria.

A juíza, então, pediu que ela se retirasse da sala. A advogada afirmou que não sairia antes da chegada do delegado da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), responsável por atuar em casos de suspeita de desrespeito ao trabalho dos advogados.

Num terceiro vídeo, Valéria aparece algemada no chão dizendo: “Eu estou trabalhando! Eu quero trabalhar! Eu tenho direito de trabalhar! É meu direito como mulher, como negra, é trabalhar! Eu quero trabalhar!”, afirmou Valéria.

Ainda com as algemas, a advogada foi levada para o corredor. Ela chegou a ser levada para a delegacia de Duque de Caxias e só foi libertada quando o delegado da OAB mandou retirar as algemas. A Ordem afirmou que vai pedir o afastamento da juíza e dos dois policiais que aparecem nas imagens.

Os vídeos causaram revolta a muitas pessoas na internet, em especial, a muitas mulheres que se colocaram no lugar da advogada. Nesse cenário, elas criaram uma hashtag para compartilhar a indignação sobre o caso e dar visibilidade para o assunto.

Muitas famosas se pronunciaram sobre o ocorrido durante todo o dia desta terça-feira. Entre elas, as atrizes Bruna Linzmeyer e Giovanna Ewbank e a cantora Ludmilla.

Confira as postagens:

//www.instagram.com/p/BnmOsXVjWP8/?tagged=juntasporval%C3%A9ria

//www.instagram.com/p/BnmHjlwhYRm/?taken-by=brunalinzmeyer

//www.instagram.com/p/Bnl_NeRAW1l/?taken-by=gio_ewbank

 

Informações: EXTRA
Fotos e vídeos: Reprodução/Instagram