PUBLICIDADE

motivacional

Sustentabilidade: C&A planeja usar apenas algodão orgânico na fabricação > de suas roupas

Por: Ana Maria de Sousa

A C&A exibiu o documentário “For the love fashion”, produzido pela National  Geographic, sobre o cultivo orgânico do algodão, em várias partes do mundo  e como a moda pode conectar-se a uma melhor qualidade de vida.

Na plateia do Museu de Imagem e Som, o MIS, Paulo Correa, Ceo da C&A no Brasil, recebeu nesta quarta (18;05) jornalistas de moda e alguns empresários da indústria têxtil. O executivo lembrou dos rituais que envolvem o tecido nos “momentos críticos da vida”, como a manta que
agasalha, no nascimento, a roupa do batizado, do casamento etc e em todas  as etapas de nossa existência, daí a preocupação em conscientizar tanto os agricultores como a população para uma mudança sustentável.
cea
O filme mostra alguns lugares na Índia, onde o cultivo desta matéria-prima, não tem qualquer produto nocivo à saúde, ao contrário, usam praguicida caseiro,  feito à base de pimenta malagueta, cebola, água e alho ou o inseticida,  produzido com lama negra e esterco. Acredite, supremo leitor, funciona mesmo!  Só para se ter uma ideia, atualmente 2,4% da produção mundial se dedica à plantação de algodão, sendo que 24% usam inseticidas e 11% pesticidas. Os sustentáveis, que não utilizam agrotóxicos, representam apenas menos que 1%.

Num futuro próximo, a C&A pretende que todas as roupas vendidas nas 1.575 lojas no mundo e 289 no Brasil sejam fabricadas com o bendito algodão  biodegradável (algumas já são). Assim irá proporcionar inúmeros benefícios  tanto ao camponês, que ficará imune às doenças, como os consumidores e o nosso planeta. Tomara que seja muito em breve!

Paulo Correa- presidente da C&A

Paulo Correa- presidente da C&A

PUBLICIDADE